Você está aqui: Página Inicial > Acesso à Informação > Notícias > Fórum Maximiano Figueiredo: atendimento exemplar e muitas melhorias

Notícias

Fórum Maximiano Figueiredo: atendimento exemplar e muitas melhorias

Cenaten tem aprovação de quase 100%

O biênio está sendo encerrado no Fórum Maximiano Figueiredo, em João Pessoa, com a consolidação de um projeto estratégico que resultou em um canal eficiente de atendimento ao público. O projeto Modernização e Humanização da Cenaten (Central de Atendimento do Fórum Maximiano Figueiredo) teve como patrocinador o juiz diretor do Fórum, José Aírton Pereira e como gestora a servidora Cláudia Guimarães, coordenadora do setor.

O trabalho começou com uma grande reforma no layout, e o ambiente ganhou mais visibilidade de todos as pessoas que vão ao Fórum e desembarcam dos elevadores. Além de aprimorar o atendimento, a equipe, formada por seis servidores, investiu na humanização. O resultado é que o número de pessoas que foi buscar auxílio na Cenaten foi excepcional: 13.848 neste ano de 2016.

As ações tomadas a termo (iniciadas sem a necessidade de um advogado) chegaram ao número de 1.561, sendo 1.053 de Agentes de Saúde do município de João Pessoa. Representou um aumento considerável, já que no ano de 2015 foram apenas 230.

Opinômetro

A partir do final do mês de agosto, uma importante ferramenta foi incorporada ao dia a dia da Cenaten. É o Opinômetro, um mecanismo onde o público pode deixar o registro, sem necessitar de identificação, de como foi o atendimento. A boa surpresa se revelou agora no mês de dezembro, depois da manifestação de 1.917 pessoas. Considerando os parâmetros Ótimo e bom, o percentual alcançado foi de 98,58%. Em pouco mais de três meses, 1.593 (83,09%) consideraram o atendimento como ótimo, 297 (15,49%) como bom, 9 (0,49%) como regular e 18 (0,98%) como ruim.

“Normalmente lidamos com pessoas humildes, que muitas vezes não sabem sequer a quem procurar, daí a nossa doação, com uma recepção humanizada”, disse a coordenadora da Cenaten, Cláudia Guimarães, que destacou o apoio incondicional da administração do TRT13, do presidente, desembargador Ubiratan Delgado, do juiz diretor do Fórum, José Aírton Pereira, do diretor administrativo, Alexandre Gondim e do servidor Erickson Benjamim, da Setic, que trabalhou na materialização do Opinômetro.

Várias ações

As melhorias no biênio foram muitas no Fórum Maximiano Figueiredo. Apesar das dificuldades, o prédio ganhou muito em acessibilidade, com reformas e adaptações. Na segurança, o monitoramento eletrônico e controle de acesso foram implantados.

Os setores médico e odontológico ganharam novos espaços e equipamentos, melhorando, em muito, a qualidade no atendimento e os espaços para o desempenho das atividades pelos profissionais. No setor odontológico, a reforma garantiu novos equipamentos, com a cadeira e mobiliário adequado.

A Central de Distribuição, que funcionava em uma casa no pátio do Shopping Tambiá, foi instalada ao lado do Nucon, em um ambiente amplo e funcional. A Distribuição dos Feitos e o Núcleo de Apoio à Primeira Instância também foram instalados em novos ambientes. Outros setores receberam melhorias, a exemplo das 3ª, 4ª e 5ª Varas do Trabalho.

Com a cessão de espaço, a OAB pode ter uma nova sala para advogados, mais ampla e com condições melhores para o desempenho dos profissionais.

“Estou extremamente satisfeito com os resultados alcançados. Estamos confiantes que deixamos uma Justiça do Trabalho bem melhor para seus usuários e servidores”, disse o juiz diretor do Fórum José Aírton Pereira.