Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2018 > dezembro > 2018 > dezembro > Novo Fórum do Trabalho de João Pessoa será entregue hoje

Notícias

Novo Fórum do Trabalho de João Pessoa será entregue hoje

Prédio terá obra de arte de Flávio Tavares

Ações do documento

Com uma área construída de quase 20 mil metros, a Justiça do Trabalho da Paraíba entrega nesta sexta-feira (14) o novo Fórum do Trabalho de João Pessoa. São cinco pavimentos que vão abrigar as 11 Varas do Trabalho de João Pessoa, Central de Efetividade, Cejusc, Central de Atendimentos (Cenaten), Memorial da Justiça do Trabalho e vários outros setores. A inauguração será às 16h desta sexta-feira (14). 

Localizado na rua Aviador Mário Vieira de Melo, no conjunto João Agripino, às margens da BR 230, o prédio tem, ainda, , auditório com capacidade para 280 pessoas, sala para advogados e ambientes para suporte a mães que estão amamentando

Continuidade de gestão

O edifício foi construído em terreno doado pelo Exército brasileiro, com obra idealizada e executada nas gestões dos desembargadores Afrânio Neves de Melo, Ana Clara de Jesus Maroja Nóbrega, Edvaldo de Andrade, Paulo Américo Maia Filho, Carlos Coelho de Miranda Freire, Ubiratan Moreira Delgado e concluída na atual gestão do desembargador Eduardo Sergio de Almeida.

O edifício leva a assinatura do arquiteto e urbanista Bivar Olhynto e dos engenheiros Ciro Fernandes, Clóvis dos Santos Lima, Emerson Santos, Fábio Lucena, Francisco Costa, Gibson Rocha Meira e Roberto Ronald Mousinho, servidores do Tribunal do Trabalho da Paraíba (13ª Região).

Obra de arte

Uma obra do artista plástico paraibano Flávio Tavares vai ocupar lugar de destaque no Fórum Maximiano Figueiredo. O painel, medindo 5 metros de cumprimento por 1,80 metro de altura será montado na entrada do prédio.

Segundo o artista, a obra retrata a Justiça do Trabalho a partir da figura do ex-presidente da República Getúlio Vargas, que sancionou a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), criada pelo Decreto-Lei nº 5.452, de 1º de maio de 1943, inserida na Paraíba, com o seu povo, sua cultura e seu trabalho.

O título dado por Flávio Tavares é “Alegoria aos retirantes e a Getúlio Vargas”.