Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2019 > 11 > 2019 > 11 > TRT da Paraíba recebe o Selo Ouro do CNJ

Notícias

TRT da Paraíba recebe o Selo Ouro do CNJ

Conselho avalia todos os 90 tribunais brasileiros

Ações do documento

O Tribunal do Trabalho da Paraíba (13ª Região) recebeu o Selo Ouro no Prêmio CNJ de Qualidade ano 2019. A solenidade do Conselho Nacional de Justiça aconteceu nesta segunda-feira (25) em Maceió, Alagoas, e a premiação foi entregue na abertura do 13º Encontro Nacional do Poder Judiciário de 2019.

O presidente do TRT13, desembargador Wolney de Macedo Cordeiro, recebeu a premiação do ministro Dias Toffoli, presidente do CNJ e do Supremo Tribunal Federal (STF). “O prêmio do CNJ é um reconhecimento ao trabalho dos magistrados e dos servidores da 13ª Região que com muito esforço e abnegação atuam na melhoria da prestação jurisdicional, garantindo para a comunidade serviços com qualidade. Estamos orgulhosos por alcançarmos um nível tão elevado na avaliação do Poder Judiciário Brasileiro”, disse o desembargador Wolney Cordeiro.

A avaliação do CNJ atinge todos os 90 tribunais brasileiros, sem necessidade prévia de inscrição. A premiação Melhor do Ano 2019 - categoria Ouro - visa ao reconhecimento dos Tribunais que investem na excelência da produção, gestão, organização e disseminação de suas informações administrativas e processuais.

Apenas oito tribunais do trabalho do país receberam o Selo Ouro do CNJ. Segundo o servidor Max Frederico Guedes Pereira, assessor de gestão estratégica do TRT13, “o fato do nosso regional estar entre esses agraciados valoriza ainda mais a performance alcançada pela Justiça do Trabalho da Paraíba”. Também participam do encontro o vice-presidente e corregedor do TRT13, Leonardo Trajano, o juiz auxiliar da Vice-Presidência, Paulo Roberto Vieira Rocha, e a secretária-geral da Presidência, Iselma Rodrigues.

Encontro Nacional

O Encontro Nacional do Poder Judiciário de 2019 que acontece em Maceió tem como objetivo a aprovação das Metas do Poder Judiciário para o ano de 2020 e dos Macrodesafios do Poder Judiciário para o período 2021 a 2026. Tem a presença dos tribunais de Brasil de todos os ramos do Poder Judiciário. Além disso, tem a participação de membros de associações e de representantes da Rede de Governança Colaborativa do Poder Judiciário, responsáveis pela área de Gestão Estratégica e Estatística.

Na abertura, foi apresentada a conferência “Avanços do Poder Judiciário e seus novos desafios”, pelo presidente do CNJ e do STF, ministro Dias Toffoli. O CNJ é o responsável pela organização e coordenação dos encontros nacionais anuais do Judiciário, conforme previsto no art. 12 da Resolução CNJ n. 198/2014.

O XIII Encontro Nacional do Poder Judiciário foi precedido por duas reuniões preparatórias promovidas pelo CNJ, em Brasília, nos dias 29 de maio e 28 de agosto. Nas duas oportunidades foram discutidos os temas estratégicos que integrarão o XIII Encontro do Poder Judiciário e apresentadas as diretrizes para participação no Prêmio CNJ de Qualidade.

José Vieira Neto, com informações da Ascom do CNJ