Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2006 > 11 > Ministro-presidente do TST participa da inauguração do Fórum Trabalhista

Ministro-presidente do TST participa da inauguração do Fórum Trabalhista

A partir de amanhã, terça-feira, João Pessoa terá um novo Fórum Trabalhista

Ações do documento

A partir de amanhã, terça-feira, João Pessoa terá um novo Fórum Trabalhista, que vai funcionar no Centro Empresarial João Medeiros, centro da Capital, na Avenida Odon Bezerra, em frente à Casa da Criança com Câncer. Além das novas instalações do fórum Maximiano Figueiredo, o presidente do Tribunal Regional do Trabalho, juiz Afrânio Melo, vai entregar mais duas Varas Trabalhistas, a 8ª e a 9ª.

Para a inauguração, às 10h, está confirmada a presença do presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Ronaldo Lopes Leal. O ministro chega na segunda-feira para acompanhar o funcionamento de programas de informática que vão interligar toda a Justiça do Trabalho no país.

São sistemas como a Carta Precatória Eletrônica, Cálculos Rápido e Único, E-doc, E-Recurso, E-Jus, Gabinete Virtual, Plataforma Nacional de Banco de Dados (PNBD), e o AUD, para auxiliar os juízes nas salas de audiência. Todos esses sistemas têm como objetivo unificar os procedimentos de toda a Justiça do Trabalho, desde a 1ª Instância, passando pelos Tribunais Regionais nos Estados, até o final do processo no Tribunal Superior do Trabalho, tornando a tramitação e, consequentemente, as decisões mais rápidas.

Segundo o presidente do TRT da Paraíba, a maioria dos sistemas já está instalada e em pleno funcionamento. “Vamos mostrar ao ministro Ronaldo Lopes Leal o nosso trabalho e, em alguns casos, o pioneirismo do nosso Regional”, disse Afrânio Melo. Na segunda-feira pela manhã o ministro se reúne com a comissão de informática, que entre os membros tem dois magistrados, o juiz do TRT, Paulo Maia e o de 1ª Instância, Ubiratan Delgado.

Novo Fórum

A mudança já está concluída, faltando apenas alguns detalhes e foi feita pelos próprios servidores e magistrados, com o apoio de soldados do Exército Brasileiro. De acordo com o presidente do TRT, juiz Afrânio Melo as nove Varas do Trabalho vão funcionar em um único pavimento do novo Fórum. Em outro pavimento do empresarial João Medeiros vão ser instaladas as salas de treinamento, gabinetes médico-odontológicos, área de integração cultural e auditório, entre outras unidades.

Obras de arte que fazem parte do acervo do Tribunal vão estar expostas na Área de Integração Cultural do Fórum. Vão estar expostos também trabalhos técnicos científicos como os Projetos Arrematar e Conciliar, Sistema 5 S, Fluxograma e Padronização das Varas do Trabalho.

Transferência

Por conta da mudança para um novo prédio, estão suspensos desde o último dia 16 e permanecem até a próxima quarta-feira, 29 os prazos processuais e as audiências dos processos em tramitação do setor de Distribuição, da Central de Mandados Judiciais e de Arrematação, bem como das 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª Varas do Trabalho da Capital. De acordo com portaria da Presidência do TRT, as partes não terão nenhum prejuízo em relação a prazos.