Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2007 > 03 > Gespública: Auto-avaliação será em abril

Gespública: Auto-avaliação será em abril

Objetivo do Programa é contribuir para a melhoria da qualidade dos serviços públicos

Ações do documento

A presidente do Tribunal Regional do Trabalho, juíza Ana Clara Nóbrega vai reunir, no dia 16 de abril, os integrantes do Fórum Estratégico do Programa de Gestão Pública do Regional. O encontro acontecerá às 14h00 na sala de reuniões do gabinete da presidência e terá o objetivo de implantar o programa.



Os integrantes do Fórum Estratégico vão participar de oficina de auto-avaliação. São eles: Ana Clara de Jesus Maroja Nóbrega – Presidente do TRT, Edvaldo de Andrade – Vice-Presidente do TRT, Carlos Coelho de Miranda Freire – Juiz Ouvidor do TRT, Paulo Henrique Tavares da Silva – Juiz Diretor do Fórum Maximiano Figueiredo, Dorgival Terceiro Neto Júnior - Secretário Geral da Presidência do TRT, Carlos Alberto Vieira de Melo Diretor Geral do TRT, Vicente de Paula Teixeira Rocha - Assessor Especial da Presidência do TRT, Anderson Antônio Pimentel – Diretor da Secretaria Administrativa e Marylad Medeiros da Silva – Chefe de Gabinete da Presidência.

O Termo de Compromisso para implantação do Gespública foi assinado na semana passada pela juíza-presidente e demais membros do Fórum Estratégico.

O Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização tem como objetivo maior contribuir para a melhoria da qualidade dos serviços públicos prestados aos cidadãos, através da implementação de medidas integradas capazes de gerar, por meio de sensibilização e capacitação, profundas transformações de atitudes, construindo, portanto, uma nova consciência organizacional.

O Gespública, enquanto caminho de excelência, está alicerçado na mudança das práticas e avaliação de resultados. É notório salientar que essas transformações ocorrem de maneira gradativa a partir da internalização dos fundamentos dos valores da excelência, por parte dos servidores das instituições públicas.

O TRT da 13ª Região, que tem buscado caracterizar suas ações pela capacidade de inovação e criatividade, além da harmonia com os princípios constitucionais, deve manter-se vanguardista na preocupação de focar suas práticas de gestão no sentido de atender as necessidades e anseios do cidadão.

Assim sendo, este Fórum Estratégico, criado pela Portaria de nº 141/2003 e alterado pela Portaria 51/2007 do Tribunal Regional do Trabalho da 13 ª Região, vem manifestar publicamente o compromisso de apoiar os esforços no sentido da completa implantação e implementação do mencionado Programa no âmbito deste Tribunal.