Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2007 > 06 > Bens penhorados já estão sendo arrematados no Leilão do TRT

Bens penhorados já estão sendo arrematados no Leilão do TRT

Ações do documento



Começou agora pela manhã no auditório do Fórum Maximiano Figueiredo, a 4ª versão do Projeto Arrematar – Pólo João Pessoa, que coloca a disposição dos arrematantes bens móveis e imóveis para pagamento de débitos trabalhistas. O leilão está sendo coordenado pela juíza Ana Paula Cabral Campos, da Central de Mandados de João Pessoa e pelos juízes André Machado, que preside a Amatra 13, além das juízas Ana Cecília e Adriana Nico, do TRT de Salvador.

Na abertura do Leilão, a juíza Ana Paula Cabral fez a leitura das regras para os participantes fazendo observações sobre lance mínimo e parcelamento. As juízas Ana Cecília e Adriana Nico participam do leilão como observadoras. “O que nos trouxe aqui foi o aprendizado, porque a idéia foi importada do Regional paraibano para a 5ª Região (Salvador). Lá o projeto chama-se “Leiloar” e a Segunda versão está agendada para o mês de agosto”, disse a juíza Adriana Nico.

Para a juíza Ana Cecília, o mais importante da participação no leilão da Paraíba é a troca de experiência. “Viemos observar a realização do leilão daqui para poder melhorar o nosso que acontece em agosto e onde vamos incluir entre 1 mil e 1.200 processos”, revelou.

Para a coordenadora da Central de Mandados, juíza Ana Paula Campos, o leilão começou muito bem e a expectativa é que proporcione a conciliação das ações e a quitação dos processos. O leiloeiro oficial Alexandre Nunes disse que a expectativa é que, pelo menos 90% dos bens sejam arrematados até o final do dia. O Arrematar só será encerrado às 17h00.