Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2007 > 06 > Bens penhorados já estão sendo arrematados no Leilão do TRT

Bens penhorados já estão sendo arrematados no Leilão do TRT

Ações do documento

publicado: 12/06/2007 11h24 última modificação: 30/09/2016 10h22


Começou agora pela manhã no auditório do Fórum Maximiano Figueiredo, a 4ª versão do Projeto Arrematar – Pólo João Pessoa, que coloca a disposição dos arrematantes bens móveis e imóveis para pagamento de débitos trabalhistas. O leilão está sendo coordenado pela juíza Ana Paula Cabral Campos, da Central de Mandados de João Pessoa e pelos juízes André Machado, que preside a Amatra 13, além das juízas Ana Cecília e Adriana Nico, do TRT de Salvador.

Na abertura do Leilão, a juíza Ana Paula Cabral fez a leitura das regras para os participantes fazendo observações sobre lance mínimo e parcelamento. As juízas Ana Cecília e Adriana Nico participam do leilão como observadoras. “O que nos trouxe aqui foi o aprendizado, porque a idéia foi importada do Regional paraibano para a 5ª Região (Salvador). Lá o projeto chama-se “Leiloar” e a Segunda versão está agendada para o mês de agosto”, disse a juíza Adriana Nico.

Para a juíza Ana Cecília, o mais importante da participação no leilão da Paraíba é a troca de experiência. “Viemos observar a realização do leilão daqui para poder melhorar o nosso que acontece em agosto e onde vamos incluir entre 1 mil e 1.200 processos”, revelou.

Para a coordenadora da Central de Mandados, juíza Ana Paula Campos, o leilão começou muito bem e a expectativa é que proporcione a conciliação das ações e a quitação dos processos. O leiloeiro oficial Alexandre Nunes disse que a expectativa é que, pelo menos 90% dos bens sejam arrematados até o final do dia. O Arrematar só será encerrado às 17h00.