Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2007 > 06 > Câmara de João Pessoa homenageia o Judiciário

Câmara de João Pessoa homenageia o Judiciário

Ações do documento



Juízas Ana Clara (presidente) e Margarida Alves, do TRT 13ª Região


A Câmara Municipal de João Pessoa homenageou o Poder Judiciário em uma sessão especial ontem à noite, realizada no auditório do Unipê, na BR 230. A presidente do Tribunal Regional do Trabalho, juíza Ana Clara Nóbrega recebeu a “Medalha Cidade de João Pessoa”, a mais alta honraria concedida pela Câmara de Vereadores.

Já o ministro Rafael Mayer, do Supremo Tribunal Federal, e a juíza Margarida Alves de Araújo Silva, titular da 1ª Vara do Trabalho da Capital, receberam o título de cidadania de João Pessoa. A sessão foi aberta pelo presidente da Câmara Municipal, Durval Ferreira.

Presenças

Na solenidade, que nasceu de uma proposta apresentada pelo vereador Aníbal Marcolino, as presenças, entre outras autoridades, do presidente do Tribunal de Justiça, Antônio de Pádua Montenegro, do presidente da OAB-PB, José Mário Porto e dos representantes do Governo do Estado, Mônica Figueiredo e da Prefeitura de João Pessoa, Gilberto Carneiro.

Do TRT as presenças dos juízes Ana Madruga, Afrânio Melo, Carlos Coelho e dos magistrados aposentados Severino Marcondes Meira e Ruy Eloy. O presidente da Amatra 13, André Machado, e uma grande comitiva de juízes da Primeira Instância, além de diretores, servidores do TRT e das Varas do Trabalho, e familiares dos homenageados foram assistir a solenidade.

Ana Clara

“É uma honra ser homenageada em minha terra. Eu amo João Pessoa e vou guardar essa honraria com extremo carinho. Tenho dedicado minha vida a Justiça do Trabalho e ser reconhecida pela população, via Câmara Municipal, é motivo de realização profissional”, disse Ana Clara, que começou como servidora da Justiça do Trabalho e hoje é juíza-presidente. É, atualmente, a servidora mais antiga em exercício no TRT da Paraíba.

A juíza Ana Clara recebeu a honraria da representante do Governo do Estado da Paraíba, Mônica Figueiredo e flores do vereador Aníbal Marcolino.

Margarida Alves

A juíza Margarida Alves, que é natural da cidade de Coremas, no alto sertão do estado, disse que recebeu a homenagem com muita satisfação, mas com grande responsabilidade. “Agora sou conterrânea de pessoas simples desta cidade, que levam a vida com muita luta e fibra. Sou também conterrânea de personalidades como Ariano Suassuna e Herbert Vianna”, disse.

Formada em Direito pela UFPB, exerceu cargos em outras Instituições antes de se tornar juíza do trabalho. Como magistrada, passou por Campina Grande, Itaporanga e João Pessoa. “Esta homenagem eu a transfiro de bom grado a Deus, de quem sou temente, a todos os empregadores que contribuem para mais um posto de trabalho e em especial ao trabalhador paraibano”, disse a juíza, que recebeu o título do representante da Prefeitura da Capital, Gilberto Carneiro, procurador-geral do município.

Aníbal

O vereador Aníbal Marcolino saudou os homenageados, destacando a vida profissional de cada um e os relevantes serviços prestados à cidade de João Pessoa.