Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2007 > 10 > Ex-funcionários começam a receber dívidas trabalhistas do Santa Isabel

Ex-funcionários começam a receber dívidas trabalhistas do Santa Isabel

Ações do documento



Ex-funcionários do Hospital e Maternidade Santa Isabel começaram a receber as dívidas trabalhistas com o dinheiro que legalizou a venda do complexo Santa Casa de Misericórdia à prefeitura de João Pessoa. Os valores estão sendo pagos apenas um mês depois do acordo fechado no Juízo Auxiliar de Conciliação de Precatórios do Tribunal Regional do Trabalho.

Nesta primeira fase de pagamento estão 60 processos que totalizam cerca de R$ 300 mil. Segundo a juíza Rosivânia Gomes, do Jacop, o critério para o pagamento dos precatórios obedeceu a idade do reclamante e os processos de pequeno valor.

Rosivânia Gomes foi a mesma juíza que atuou na conciliação entre a Prefeitura Municipal de João Pessoa e a Santa Casa de Misericórdia que resultou na venda dos prédios do Hospital e da Maternidade Santa Izabel e que encerrou uma disputa na justiça que durava oito anos.

Cerca de 350 ex-funcionários devem receber seus direitos. Foram necessárias sete reuniões para que o acordo fosse fechado.

“O Serviço de Expedição e Acompanhamento de Precatórios - Seap está trabalhando em horário integral para aprontar os alvarás e liberar os créditos dos reclamantes, juntamente com os honorários advocatícios”, disse o diretor Carlos Frederico Pedrosa.

Pagamento a familiares

Ontem foi efetuado um pagamento que chamou a atenção dos servidores do TRT. Cinco irmãs da ex-auxiliar de enfermagem do Hospital Santa Isabel, Maria do Carmo da Silva, já falecida, receberam o dinheiro referente a dívida trabalhista. Como a ex-servidora não tinha filhos nem marido, as irmãs, com idade entre 69 e 76 anos receberam o valor de R$ 13.921. Já descontado os honorários do advogado, cada irmã recebeu R$ 2.227 reais.

A juíza ressaltou que está com dificuldade de localizar algumas pessoas para pagar os precatórios e apelou que quem tem processo contra o Santa Isabel deve procurar o Juízo Auxiliar de Conciliação de Precatórios, que funciona na sede do Tribunal Regional do Trabalho, em João Pessoa.