Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2007 > 10 > Juízes do Trabalho discutem conciliação em João Pessoa

Juízes do Trabalho discutem conciliação em João Pessoa

Ações do documento

A conciliação e o entendimento são os melhores caminhos para o processo. É essa nova visão que a Justiça do Trabalho quer debater e massificar entre seus juízes. Ouvindo os magistrado, buscando a experiência de cada um e trocando idéias, a administração do Tribunal Regional do Trabalho vai colocar em prática, na próxima quinta e sexta-feira o Projeto Juízo Conciliador. Em parceria com a Amatra – Associação dos Magistrados do Trabalho da 13ª Região, o TRT começa um projeto a longo prazo, que prevê pelo menos um encontro por ano.

“Queremos debater a prática da conciliação partindo de uma visão de amplitude jurídica, psicológica, econômica e social”, disse a presidente do Regional, Ana Clara Nóbrega, destacando a empolgação dos juízes nas três versões do Projeto Conciliar, que acontece uma vez por ano, onde um dia é dedicado unicamente ao entendimento entre as partes com processos na Justiça do Trabalho. Criado na gestão do então presidente Afrânio Melo, o projeto da Paraíba inspirou, inclusive, o Projeto Conciliar é Legal, do Conselho Nacional de Justiça, que foi estendido a todo o Brasil.

Segundo a juíza Rosivania Gomes da Cunha, uma das coordenadoras do projeto ao lado da juíza Nayara Queiroz Mota de Sousa, o objetivo do encontro é debater a importância da conciliação e de suas repercussões para a Instituição, para a atividade jurisdicional, para a sociedade e, sobretudo, para o cidadão que “espera da Justiça a capacidade de dar efetiva solução aos seus problemas”.

A abertura do encontro acontece às 14h, com apresentação de vídeo documentário com cenas de audiências realizadas recentemente em João Pessoa. Em seguida haverá uma Audiência de Conciliação de Processo em Recurso de Revista, conduzida pelo vice-presidente do TRT, juiz Edvaldo de Andrade.

Às 15h15 haverá a palestra Audiência de Conciliação – A expectativa das partes, com a psicóloga Ana Lins, mestre em Psicologia Clínica. Na sexta-feira, às 8h30, a juíza Auxiliar de Conciliação de Precatórios do TRT, Rosivania Gomes Cunha fará a palestra: “Qual é o meu papel?”. Às 9h00 haverá a palestra o stress no exercício da jurisdição: realidade ou mito?, seguida de dinâmica de grupo com a psicóloga Polyanny Lins, mestre em Psicologia Clínica.