Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2007 > 11 > Tudo pronto para o mega-leilão de amanhã em João Pessoa

Tudo pronto para o mega-leilão de amanhã em João Pessoa

Ações do documento

O Esporte Clube Cabo Branco, um dos mais tradicionais da Paraíba, ainda está na lista dos imóveis que deverão ir a leilão amanhã em João Pessoa. O Projeto Arrematar, do Tribunal Regional do Trabalho vai acontecer no auditório do Fórum Maximiano Figueiredo, que funciona no segundo andar dos escritórios do Shopping Tambiá.

Conforme o edital que está disponível na Internet, no endereço eletrônico www.trt13.gov.br o Clube Cabo Branco e toda a sua estrutura contendo duas quadras de tênis, ginásio coberto, restaurante e boate, entre outras benfeitorias, foi avaliado em R$ 6 milhões.

Nos últimos leilões do Projeto do TRT foram arrematados os clubes Assufep, no Altiplano Cabo Branco, pela construtora Pirâmide, e a Marina Náutica do Iate Clube, comprada por um grupo de investidores de fora.

A juíza coordenadora da Central de Mandados Judiciais de João Pessoa, Ana Paula Cabral Campos, ressalta que a Justiça Trabalhista cumpre rigorosamente a lei, observando todos os prazos e recursos. Nos últimos leilões do Projeto do TRT foram arrematados os clubes Assufep, no Altiplano Cabo Branco, e a Marina Náutica do Iate Clube. “Nos dois casos a Justiça agiu corretamente, tanto que o TRT confirmou a venda mesmo com recurso. No caso da Assufep não houve pagamento algum”.

 

Lance mínimo

O Projeto Arrematar tem como objetivo levar a leilão bens móveis e imóveis penhorados para o pagamento de dívidas trabalhistas. Com o arremate dos bens a Justiça paga as dívidas liquidando os processos de maneira rápida.

O lance mínimo para a arrematação de bens móveis começa em 20% do valor da avaliação. Para os bens imóveis o lance mínimo é de 40% da avaliação. É permitido o parcelamento dos bens imóveis no máximo em dez parcelas, sendo a primeira no ato da arrematação. Entre os inúmeros bens do edital do TRT está uma mansão na avenida Ministro José Américo de Almeida, nº 2972, que tem mil e duzentos metros quadrados de área construída com quadra de esportes e piscina, avaliada em R$ 1 milhão, um apartamento Jardim Luna, Edifício Paganini, contendo três quartos e suíte, avaliado em R$ 130 mil.

 

Mega-leilão em Campina Grande

Em Campina Grande o mega-leilão acontece na próxima terça-feira, 13. O Projeto Arrematar tem como objetivo o pagamento de dívidas trabalhistas. O Esporte Clube Cabo Branco, um dos mais tradicionais da Paraíba, está na lista dos imóveis do Projeto Arrematar, assim como o prédio da Empasa, diversos apartamentos, casas, terrenos e lojas comerciais, além de objetos eletrônicos, equipamentos médicos e veículos. O edital com todos os bens móveis e imóveis está disponível na internet no endereço eletrônico www.trt13.gov.br.

O lance mínimo para a arrematação de bens móveis começa em 20% do valor da avaliação. Para os bens imóveis o lance mínimo é de 40% da avaliação. É permitido o parcelamento dos bens imóveis no máximo em dez parcelas, sendo a primeira no ato da arrematação. Os preparativos para o leilão já estão sendo realizados nas Varas do Trabalho e na Central de Mandados Judiciais.

A presidente do TRT juíza Ana Clara Nóbrega disse que a crença na eficácia da Justiça está crescendo. “As pessoas que tem processos judiciais estão se conscientizando que a Justiça Trabalhista é efetiva na cobrança”.

Qualquer pessoa pode se candidatar a arrematante. Para participar do leilão todos os cidadãos, com exceção dos trabalhadores do Poder Judiciário, podem fazer o cadastro na Central de Mandados nos dias do leilão portando carteira de identidade e CPF.

 

Veja alguns bens que vão a leilão em João Pessoa:

Um notebook da marca Toshiba, Microsoft Windows 98, 64 MB de memória, em bom estado de conservação e uso, avaliado em R$ 1.200 e com lance mínimo de R$ 240, um veículo da marca Fiat Pálio EX, ano e modelo 2002, cor branca, em bom estado de uso e conservação, avaliado em R$ 12 mil e motocicleta da marca Honda CG 125, ano e modelo 1998, em regular estado de conservação, avaliada em R$ 1.100. Lance mínimo R$ 2.620,00. Duas traves para campo de futebol profissional, nas medidas oficiais, em ferro galvanizado, estando em bom estado de conservação e avaliadas por R$ 840 com lance mínimo de R$ 168. Um automóvel Meriva GM, ano 2005 modelo 2006 em perfeito estado de conservação. Avaliado em R$ 40 mil com lance mínimo de R$ 8 mil. Apartamentos populares devem ser arrematados com valores bem abaixo do preço de mercado. No bairro Jardim Cidade Universitária irá para leilão dois apartamentos iguais na rua Eliseu do Rego Luna, edifício Isaura Maria, contendo varanda, sala de estar e jantar, dois quartos, com área de 42 metros quadrados, avaliado por R $30 mil os dois, com lance mínimo de R $12 mil. Um aparelho para exame de eletrocardiograma marca Toshiba Sonolayerm completo, avaliado em R$ 90 mil, com lance mínimo de R$ 18 mil.

 

Veja alguns bens que vão a leilão em Campina Grande:

Uma motocicleta Honda CG-125 FAN, ano de fabricação 2006, modelo 2007, vermelha, avaliada em R$ 4.000 mil com lance mínimo de R$ 800. Setecentos e dois quilos de frangos abatidos, avaliado o quilo em R$ 3,70.Valor total da avaliação: R$ 2.597,40 e lance mínimo R$ 519,48. Prédio da Salute Indústria e Comércio de Produtos Cirúrgicos, localizado no bairro de São José, com área construída de 2.600,00 mts², diversas benfeitorias, tudo avaliado em R$ 2.280.000,00 (dois milhões, duzentos e oitenta mil reais). Lance mínimo: R$ 912.000,00 (novecentos e doze mil reais). Um veículo VW/GOL-16v, ano 1998, cor cinza, em bom estado de conservação avaliado em R$ 13 mil, com lance mínimo de R$ 2.600. Apartamento localizado no bairro de Bodocongó, contendo uma sala, um quarto e um banheiro, com hall piso granitado, medindo cerca de 36,00 mts2, em bom estado de uso e conservação, avaliado por R$ 15 mil com lance mínimo de R$ 6mil.

 

Detalhes do mega leilão de João Pessoa

Local: Empresarial João Medeiros (Shopping Tambiá) – Piso E2
- Auditório do Fórum Trabalhista- Rua Odon Bezerra, 184, Tambiá João Pessoa- PB.
Dia: 06 de Novembro de 2007.
Horário: 09h00

Informações e Editais:
www.trt13.gov.br

leiloeiro@gmail.com

 

Instruções básicas do leilão

 

Como participar do leilão

Os interessados em participar do leilão deverão se inscrever no dia do evento, junto ao leiloeiro com a documentação completa. Só poderão participar do leilão as pessoas que estiverem devidamente inscritas.

 

Valor do Lanço (ou lance)

O lanço mínimo para a arrematação de bens móveis corresponde a 20% do valor da avaliação do bem. No caso de bens imóveis, o lanço mínimo corresponde a 40% do valor da avaliação do bem. O valor da avaliação dos bens encontra-se neste edital.

Obs.: A Comissão de Juízes que dirige o Projeto Arrematar avaliará no ato do evento o valor dos lanços e levará em consideração a depreciação do bem ou a dificuldade de comercialização dos mesmos, no momento da apreciação do lanço.

 

Procedimento em caso de arrematação

O arrematante deverá dirigir-se ao “setor de guias” para receber a guia de pagamento e efetuar o depósito de imediato, na agência da Caixa Econômica Federal, localizada no recinto, sob pena de o processo voltar ao leilão, sendo novamente apregoado o bem já arrematado. Após efetivação do depósito, o arrematante deverá retornar ao “setor de guias” para assinar o Auto de Arrematação e comprar o pagamento efetuado.

 

Parcelamento de bens imóveis

O parcelamento somente será admitido na arrematação de bens imóveis, não sendo admitidas parcelas inferiores a 1/10 do valor da avaliação do bem, limitando-se ao número máximo de 10 (dez) parcelas. O número de parcelas também será alvo de disputa pelos participantes, isto após a fixação do preço, tendo preferência para a arrematação aquele que se dispuser a pagar o preço em menor tempo (menor número de parcelas). Em qualquer hipótese caberá a Comissão de Juízes a escolha da proposta mais vantajosa para a satisfação da execução.

 

Comissão do Leiloeiro

A comissão do leiloeiro será de 5% sobre o valor da arrematação e deverá ser paga pelo arrematante tanto no caso de bens móveis, como no caso de bens imóveis. A referida quantia deve ser paga de imediato, por meio de depósito em conta.

 

Prazo de entrega do bem arrematado

Após arrematação, ainda existe prazo para interposição de recurso. Em não havendo recurso, o bem será entregue no prazo médio de 30 (trinta) dias. Os bens móveis se encontram sob a guarda dos depositários fiéis e em caso de ser deferida a arrematação os bens serão imediatamente removidos pelo leiloeiro oficial.

 

Devolução da quantia paga pela arrematação

A quantia paga pela arrematação será devolvida nas seguintes hipóteses: se o recurso mencionado for aceito pelo Tribunal do Trabalho ou se o bem não estiver nas condições descritas no edital. A devolução, nesses casos, será feita com a correção monetária do valor depositado pelo arrematante, já que a referida quantia ficará depositada em conta judicial.

QUAISQUER DÚVIDAS PODERÃO SER SOLUCIONADAS PELA

CENTRAL DE MANDADOS JUDICIAIS E ARREMATAÇÃO

FONE 83.3533.6370

OU PELA COMISSÃO DE JUÍZES NO INÍCIO DO EVENTO