Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2008 > 01 > Pleno se reúne em CG e entrega prédio

Pleno se reúne em CG e entrega prédio

Ações do documento

publicado: 25/01/2008 08h06 última modificação: 30/09/2016 10h21

Desde que foi instalado na Paraíba, há mais de 20 anos, o Tribunal Regional do Trabalho tem julgado os processos em 2ª Instância em colegiado único, ou seja, com a composição do Tribunal Pleno, atualmente formado por oito juízes. A partir das 9h30 desta sexta (25), no Fórum Trabalhista Irenêo Joffily, no entanto, essa história vai mudar.



Em sessão extraordinária, que será realizada em Campina Grande, o Tribunal Pleno será dividido em duas Turmas de julgamento, onde serão escolhidos os novos integrantes.

Segundo a presidente do TRT, juíza Ana Clara Nóbrega, o efetivo funcionamento das duas Turmas vai agilizar o julgamento dos processos em tramitação na 2ª Instância. “É como se pegássemos o número de processos em tramitação e dividíssemos por dois, ou seja, dos recursos que forem remetidos ao Tribunal, caberá metade para cada turma”, observou.

A 1ª Turma deverá ser formada pelos juízes Vicente Vanderlei, Francisco de Assis Carvalho e Silva e Paulo Américo Maia Filho. Deverão integrar a 2ª Turma os juízes Ana Maria Madruga, Afrânio Melo e Carlos Coelho. A presidente Ana Clara Nóbrega e o vice-presidente Edvaldo de Andrade não vão compor as Turmas.

O Tribunal Pleno, com sua composição de oito juízes de 2ª Instância, vai continuar se reunindo para julgar processos de competência originária do Tribunal, além das matérias administrativas. Segundo a Secretaria do Tribunal Pleno, as Turmas de Julgamento foram criadas em outubro de 2007.

Além dos processos administrativos, na sessão extraordinária serão julgados pelos juízes de 2ª Instância cinco processos judiciais oriundos de Campina Grande.

Homenagem a Paulo Pires

Ainda na sessão extraordinária será prestada uma homenagem ao ex-presidente do TRT, juiz Paulo Pires, que faleceu há dez dias. O edifício-sede do complexo da Justiça do Trabalho daquela cidade receberá o nome de Paulo Pires. O presidente da Astra 13 - Associação dos Servidores da Justiça do Trabalho, Plácido Pires, filho do homenageado, falará em nome da família.

Inauguração

Antes da sessão vai acontecer a entrega do Anexo Administrativo do Fórum Irenêo Jofilly. O prédio teve as obras iniciadas na gestão do juiz Afrânio Melo e concluídas na atual gestão, da juíza Ana Clara Nóbrega.

A área construída é de 1.656 m², em três pavimentos. O investimento soma mais de R$ 2 milhões. O prédio vai abrigar as unidades administrativas, como Secretaria, Serviço Médico, além da Central de Mandados Judiciais e de Arrematações e a Central de Arquivos. Um dos objetivos da obra foi dotar o Fórum de auditório e sala de cursos que vão dar condições para realização de eventos e capacitação para juízes e servidores.