Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2008 > 01 > TRT entrega prédio e complexo tem o nome de Paulo Pires

TRT entrega prédio e complexo tem o nome de Paulo Pires

Ações do documento

publicado: 29/01/2008 08h55 última modificação: 30/09/2016 10h21

Inaugurar a ampliação de um local onde se pratica justiça é motivo de grande satisfação. A citação, da juíza Ana Clara Nóbrega, abriu a solenidade de entrega do Anexo Administrativo do Fórum Irenêo Jofilly, de Campina Grande na semana passada. O prédio tem uma área construída de 1.656 m², em três pavimentos. O investimento foi de mais de R$ 2 milhões. O prédio está abrigando as unidades administrativas.

O presidente da Amatra 13 – Associação dos Magistrados do Trabalho, juiz André Machado destacou o aumento na procura pela Justiça do Trabalho e lembrou que em menos de três anos o Fórum Irenêo Jofilly Filho dobrou de tamanho, “passando a compor-se de 5 Varas do trabalho e uma Central de Mandados Judiciais e de Arrematações, demandando a lotação de 11 juízes do trabalho, numa incontestável demonstração de necessidade de sua ampliação que foi, prontamente atendida pelo então presidente desta Corte, o juiz Afrânio Neves de Melo, ao determinar o início das obras do anexo que ora se inaugura. Felicito a Presidência deste Tribunal, juíza Ana Clara Nóbrega pela compreensão da urgência na finalização dos trabalhos da obra, na certeza de que todas as providências foram tomadas de modo a tornar possível a realização de um sonho de todos os que fazem a Justiça do Trabalho na Paraíba, especialmente em Campina Grande”.

Bom senso e responsabilidade

O juiz Afrânio Melo destacou que “graças ao bom senso e a responsabilidade dos nossos dirigentes, não cultivamos a incúria dos administradores políticos partidários, que de modo revoltante, não dão seqüência as obras por seus antecessores iniciadas. Este aqui é mais um exemplo de coerência, dignidade e principalmente espírito público da administração do tribunal”. Destacou que agora o complexo judicial vai proporcionar “um maior conforto ao jurisdicionado e uma maior racionalização de suas atividades. Este, sem dúvida, é o compromisso da Justiça do Trabalho, além, de dar uma resposta à sociedade com um serviço rápido e eficiente, comprometido com a tão sonhada efetividade da Justiça”.

A solenidade teve a participação de todos os juízes de 2ª Instância do TRT, do juiz José Airton Pereira, diretor do Fórum de Campina Grande, de Paulo de Tarso Cirne Nepomuceno, gerente regional da procuradoria do Estado em Campina Grande, representando o Governador do Estado, Cássio Cunha Lima, do deputado Federal Rômulo Gouveia, do presidente da OAB, seccional Paraíba, José Mário Porto Júnior, de vários magistrados do Trabalho, do procurador do Trabalho, Ramon Bezerra dos Santos, servidores da Justiça do Trabalho, diretores do TRT, além de várias autoridades.