Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2008 > 05 > Atividades da Escola Judicial do TRT começam por Campina Grande

Atividades da Escola Judicial do TRT começam por Campina Grande

O curso foi ministrado pelo juiz Wolney Cordeiro, titular da 5ª Vara do Trabalho de João Pessoa

Ações do documento

Começou por Campina Grande o primeiro curso promovido pela Escola Judicial e de Administração Judiciária do Tribunal Regional do Trabalho da Paraíba. O curso foi destinado aos juízes que estão em processo de vitaliciamento. A vitaliciedade é a garantia constitucional dada aos magistrados, para não serem afastados, destituídos ou demitidos de seus cargos, salvo por motivo expresso em lei e reconhecido por sentença judicial.

Em parceria com a Escola Superior da Magistratura do Trabalho – Esmat 13, o curso foi ministrado pelo juiz Wolney de Macedo Cordeiro, titular da 5ª Vara do Trabalho de João Pessoa, mestre em Direito, professor universitário e autor de várias obras jurídicas.

A disciplina ministrada foi “Mecanismos de efetivação da tutela executiva trabalhista”, aberta também aos servidores. O curso será dividido em duas etapas. A segunda acontece no dia 12 de junho, também no auditório do Fórum Irenêo Joffily, em Campina Grande.

O juiz diretor do Fórum Irenêo Joffily, de Campina Grande, José Airton Pereira, saudou magistrados e servidores e agradeceu a direção do TRT pela escolha da c idade para o início das atividades docentes da E.Jud. O presidente da Amatra 13, juiz André Machado destacou a parceria que a Escola Superior da Magistratura pretende continuar desenvolvendo com a E.Jud. “Nossa missão é sempre trabalhar para trazer novidades e mais conhecimento para nossos juízes”, disse.

Já o diretor interino da Escola Judicial e de Administração Judiciária, juiz Paulo Henrique Tavares e Silva, fará a abertura oficial das atividades. Destacou que a proposta da Escola é interiorizar as atividades e capacitar e aperfeiçoar magistrados e servidores. Falou da proposta da E.Jud ser uma escola digital. “O site da E.Jud tem todas as ferramentas para colocar essa proposta em prática”, disse.

 





Portal Aurora

O secretário da escola, David Gadelha fez a apresentação do portal da E.Jud, o Portal Aurora, que traz decisões de magistrados do Tribunal do Trabalho da Paraíba, seja em 1ª ou 2ª Instâncias, vários TRTs do Brasil e de outros órgãos da Justiça brasileira.

 Em outra parte, restrita a magistrados e servidores, cada aluno pode criar uma espécie de blog, que buscar interatividade, entre outros aspectos. A Escola Judicial e de Administração Judiciária do TRT foi instalada no dia 04 de abril, em solenidade que contou com a presença do ministro do Tribunal Superior do Trabalho Carlos Alberto Reis de Paula.