Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2008 > 05 > Juíza Ana Clara fez abertura do dia “D” do Projeto Conciliar

Juíza Ana Clara fez abertura do dia “D” do Projeto Conciliar

Ações do documento

Um café da manhã na Área de Integração Cultural do Fórum Maximiano Figueiredo marcou o início do Dia "D" do Projeto Conciliar em João Pessoa. A ebertura oficial foi feita pela presidente do TRT, juíza Ana Clara Nóbrega e contou com a presença do presidente do TRT de Goiás, Elvécio Moura dos Santos, que está na Paraíba para acompanhar o funcionamento do projeto.

O Conciliar, que está acontecendo hoje em todo o Estado, levou milhares de pessoas às Varas do Trabalho e sede do TRT no período da manhã. Só em João Pessoa, as 9 Varas registraram movimento recorde. Cada uma delas colocou em pauta uma média de 200 processos e até o meio dia 30% dos que envolviam empresas privadas, já haviam sido conciliados.

Ao todo, cerca de oitocentos servidores e mais de cinqüenta juízes do trabalho estão atuando nas unidades da Justiça do Trabalho. A previsão é que até o final da tarde de hoje, sejam realizadas mais de quatro mil audiências. Só na Capital estão sendo esperadas 2 mil para acontecer, envolvendo, além das empresas privadas, as dívidas previdenciárias.

Audiências

As audiências estão acontecendo, simultaneamente, nas cinco VTs do Fórum de Campina Grande e nas unidades de Santa Rita, Mamanguape, Itabaiana, Guarabira, Areia, Picuí, Taperoá, Monteiro, Patos, Sousa, Catolé do Rocha, Cajazeiras e Itaporanga. Para a presidente do TRT, toda a Justiça do Trabalho da Paraíba e os jurisdicionados estão de parabéns pela realização do Conciliar. A magistrada aproveitou a oportunidade para agradecer aos magistrados e servidores o empenho e dedicação ao projeto, que a cada ano acontece com mais êxito.

"Estou aqui para acompanhar a realização do Projeto Conciliar e buscar essa experiência da Paraíba que deu certo e serviu de modelo para que a ministra Ellen Gracie instituísse em todo o país", disse o presidente do TRT de Goías, Elvécio Moura dos Santos., afirmando que vai estar na Capital paraibana para acompanhar a sequência do Conciliar que é o Projeto Arrematar. Estiveram presentes juízes, diretores e servidores, além do diretor do Fórum Maximiano Figueiredo, juiz Paulo Henrique Tavares, presidente da Amatra 13, juiz André Machado, coordenadora da Central de Mandados Judiciais e de Arrematações do Fórum Maximiano Figueiredo, juíza Ana Paula Campos, presidente da OAB, José Mário Porto Filho e o gerente Regional da Caixa Econômica, Pedro Gurgel.