Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2008 > 05 > Justiça começa a entregar bens vendidos no mega-leilão do Projeto Arrematar

Justiça começa a entregar bens vendidos no mega-leilão do Projeto Arrematar

Ações do documento

Os oficiais de Justiça do Tribunal Regional do Trabalho já estão agendando a entrega dos bens leiloados na última edição do Projeto Arrematar, realizado em João Pessoa nos dias 13 e 14 últimos, no auditório do Fórum Maximiano Figueiredo. Eles estão de posse dos mandados expedidos pela juíza coordenadora da Central de Mandados Judiciais e Arrematações, Ana Paula Cabral Campos e iniciaram desde ontem a entrega dos bens móveis e imóveis que foram arrematados.

Todos os participantes do Projeto Arrematar que adquiriram algum bem, seja móvel ou imóvel, serão contatados pelos oficiais de Justiça. Os arrematantes que tiverem alguma úvida podem se dirigir até a Central de Mandados, no Fórum Trabalhista, localizado no piso E-2 do Shopping Tambiá.

O mega-leilão arrecadou R$ 3.158.243,00. Dos 374 processos colocados em pauta, 42 foram retirados antes do leilão por despachos, liminar ou embargos de terceiros. Em 88 processos as dívidas trabalhistas foram pagos, a maioria dentro da edição do Projeto Conciliar, na semana passada. Foram à leilão os bens de 244 processos. O balanço final da Central de Mandados de João Pessoa aponta que 85 processos não tiveram lance durante o leilão e 159 tiveram seus bens leiloados para o pagamento de dívidas trabalhistas.

Os participantes do Projeto Arrematar tiveram a oportunidade de dar lance mínimo para bens móveis de 20% da avaliação e para imóveis 40%. Os bens imóveis puderam ainda receber oferta parcelada, não inferiores a 1/10 do valor da avaliação do bem, podendo este ser parcelado em no máximo 10 vezes, contando com o sinal. O auditório do Fórum Trabalhista ficou lotado durante os dois dias de realização do evento. Todos os recursos arrecadados são para pagamento de dívidas trabalhistas.