Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2008 > 08 > Servidores do TRT dão exemplo de reciclagem

Servidores do TRT dão exemplo de reciclagem

Ações do documento

Alguns servidores do TRT da Paraíba, mesmo fora do ambiente de trabalho, já encorporaram a reciclagem no seu dia-a-dia. É o caso do técnico judiciário Edivaldo Ferreira Pacheco Filho. Ele reaproveita embalagens de leite do tipo longa-vida doadas pelos servidores do Tribunal. Depois de higienizadas e costuradas, as embalagens são transformadas em subcoberturas térmicas que são a solução econômica e ecológica para resfriar telhados.

Por ter uma face aluminizada, a caixa de leite transformada em manta mostrou-se perfeita para exercer a função e contribuindo para que esse material não seja mais jogado no lixo. Com a manta, o calor é refletido para cima. Ela também evita goteiras e respingos, além da sujeira que entraria pelo telhado. Edivaldo usa as mantas num sítio que possui fora da cidade. “Até a tampa da caixa de leite eu utilizo como fechadura para as casas de abelhas do sítio” afirma o servidor. “Cada metro quadrado de manta consome 20 caixinhas, o que permite um custo bastante inferior ao das mantas industrializadas” ressalta Edivaldo.

Alumínio

A reciclagem está presente na atualidade, não apenas pelo aspecto econômico, mas também pela questão ecológica e o desejo de fazer o bem. O técnico judiciário Erivaldo Ângelo da Costa aproveita latas de alumínio doadas dos servidores e repassa a uma instituição para que sejam vendidas para a reciclagem e o lucro seja revertido em alimentos e roupas. “Eu junto todas as latas doadas pelos colegas e de casa e entrego tudo”, disse Erivaldo.

A principal missão da Comissão de Gestão Ambiental do TRT é concientizar os servidores que não faz sentido jogar junto com o lixo orgânico materiais que podem ser reaproveitados ou transformados.

Aos poucos, as tecnologias vão avançando e sendo descobertas novas formas de reutilização. Os interessados em doar caixas de leite longa vida devem entrar em contato com Edivaldo Pacheco no telefone 3533-6088 e em doar latas de alumínio falar com Erivaldo Ângelo no telefone 8845.3777.