Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2008 > 08 > Três novos juízes tomaram posse no TRT

Três novos juízes tomaram posse no TRT

Magistrados foram transferidos pelo processo de remoção nacional

Ações do documento

Os juízes substitutos do Trabalho, Rodrigo Samico Carneiro, Alberico Viana Bezerra e José Guilherme Marques Júnior tomaram posse nesta segunda-feira, 25, no gabinete da presidência do TRT. A solenidade de posse foi presidida pelo vice-presidente juiz Edvaldo Andrade que está no exercício da Presidência.



Os juízes do Trabalho Rodrigo Samico e Alberico Viana Bezerra vieram do Estado do Maranhão, e vão ocupar no TRT da Paraíba as vagas dos juízes André Avellar de Aquino e Nayara Queiroz Mota de Souza, que passaram à titularidade e hoje atuam nas Varas do Trabalho de Itaporanga e Sousa, respectivamente. O juiz substituto José Guilherme Marques Júnior veio removido do Mato Grosso e vai ocupar a vaga deixada pela juíza Luíza Eugênia Pereira Arraes. Os recém empossados foram transferidos por remoção nacional.

O juiz Edvaldo Andrade saudou os empossados e ressaltou a importância da abnegação do cargo em favor da competência e eficiência. “As felicitações que lhes dirijo são acompanhadas de advertência sobre a seriedade da magistratura, carreira que se constitui em sacerdócio, que requer do juiz abnegação e humildade. Não me refiro à humildade significando subserviência ou fraqueza, mas no sentido de o magistrado reconhecer suas deficiências, mostrando-se disposto a corrigi-las, e a respeitar e compreender as dos seus semelhantes”, disse. Estiveram presentes o presidente da Amatra, juiz André Machado e a vice presidente da entidade juíza Ana Paula Cabral Campos, além de diretores do TRT.

O presidente da Amatra saudou os empossados e disse que tanto eles quanto o Tribunal ganham com a remoção. Em nome dos empossados o juiz José Guilherme Marques Júnior agradeceu o apoio que recebeu da direção do Regional paraibano durante todo o processo de transferência e ressaltou a importância da remoção nacional.