Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2008 > 11 > Leilão do TRT poderá ser via internet

Leilão do TRT poderá ser via internet

Cadastro terá que ser feito até Sexta-feira, 20

Ações do documento

publicado: 20/11/2008 09h10 última modificação: 30/09/2016 10h19

Os Interessados em participar do mega-leilão do Tribunal Regional do Trabalho, a última edição do Projeto Arrematar deste ano e a primeira a adotar lances via Internet, têm até a sexta-feira para se cadastrar. O leilão, com 356 lotes, vai acontecer na próxima semana, nos dias 25 e 26, no auditório do Fórum Maximiano Figueiredo, em João Pessoa.

O objetivo é o arremate de bens de 356 processos para o pagamento de dívidas trabalhistas. Pela primeira vez o leilão irá acontecer na forma presencial e eletrônica (via Internet). Os licitantes que desejarem participar na forma eletrônica deverão aderir às regras do Sistema de Leilão Eletrônico, que estão divulgadas no site do TRT da Paraíba (www.trt13.jus.br).

Os internautas poderão oferecer seus lances através de um formulário eletrônico durante a realização do evento. O lance irá aparecer no telão instalado no auditório e será analisado como uma oferta. Para isso os interessados devem preencher um cadastro, aceitar as regras do leilão eletrônico e entregar xerox autentica dos documentos solicitados na Central de Mandados de João Pessoa até esta sexta-feira.

Depois do cadastro o usuário irá receber um login e uma senha e poderá acessar uma página especial onde serão exibidos, simultaneamente, os bens ofertados no leilão, muitos inclusive com fotos e o lance mínimo solicitado, além das ofertas dos participantes que estarão presencialmente no Fórum de João Pessoa.

 

Clubes de futebol e sociais vão a leilão

Além da sede do Esporte Clube Cabo Branco, do Iate Clube do Bessa, da sede do Botafogo Futebol Clube, lotes com terrenos e apartamentos, além de automóveis e utensílios de escritório podem ser arrematados por preços abaixo de mercado.
Um apartamento na avenida Edson Ramalho, em Manaíra, com dois quartos, no Edifício Praia Norte, avaliado em R$ 50 mil, tem  lance mínimo de R$ 20 mil.

No bairro do Bessa o edital oferece também um apartamento no Condomínio Residencial Otávio Gadelha, com 3 quartos, avaliado pelo preço de mercado em R$ 210 mil e que está com lance mínimo de R$ 84 mil. Entre os veículos destaque para um Toyota Corolla XLI ano 2005,  avaliado em R$ 41 mil com lance mínimo de R$ 8,2 mil, e uma Saveiro, ano 2000, gasolina, avaliada em R$ 19 mil, com lance mínimo de R$ 3,8 mil.

Os participantes do Projeto Arrematar terão a oportunidade de dar lance mínimo para bens móveis de 20% do valor da avaliação e para bens imóveis lances mínimos iniciando em 40%. Os bens imóveis poderão ainda receber oferta parcelada.