Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2008 > 12 > Dívida da Energisa de R$ 13,8 mi é conciliada na 1ª Vara de CG

Dívida da Energisa de R$ 13,8 mi é conciliada na 1ª Vara de CG

Audiência foi presidida pela juíza Roberta de Paiva Saldanha

Ações do documento

A juíza Roberta de Paiva Saldanha, titular da 1ª Vara do Trabalho de Campina Grande, presidiu ontem (quarta) a audiência de conciliação entre a Energisa e os representantes jurídicos de ex-servidores. A dívida trabalhista no valor de R$ 13,8 milhões, era a segunda maior de uma empresa privada no estado.

O acordo foi firmado pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas da Paraíba e os advogados da Energisa e homologado pela juíza j Roberta de Paiva Saldanha. Com o acordo realizado fica extinta a ação de cumprimento do Dissídio Coletivo n.º 00411.1993.007.13.00-7, ajuizada em fevereiro de 1993, que se encontrava em tramitação há mais de 15 anos.

O acordo, cujo valor negociado importa R$ 6,5 milhões, vai beneficiara 339 trabalhadores e será pago em 12 parcelas a partir da próxima quarta-feira, dia 10, através de depósito bancário em favor dos substituídos processuais.

Além do valor devido aos reclamantes, a Energisa ficou responsável pelo pagamento de R$ 136,3 mil de honorários periciais, e com o recolhimento das contribuições previdenciárias e FGTS.