Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2009 > 01 > Plano de gestão define metas do TRT para o biênio 2009/2010

Plano de gestão define metas do TRT para o biênio 2009/2010

Ações do documento

publicado: 13/01/2009 08h02 última modificação: 30/09/2016 10h19


A nova mesa diretora do Tribunal Regional do Trabalho, iniciada na última sexta-feira com a posse do presidente, juiz Edvaldo de Andrade e do Vice, juiz Paulo Maia Filho, elaborou um Plano de Gestão com metas para o biênio janeiro de 2009 a janeiro de 2011.

O Plano tem como missão “distribuir justiça com ética, eficiência e celeridade, interagindo com a sociedade na busca constante da cidadania e da paz social”. Estabelece como visão “firmar-se, na solução das lides trabalhistas, como referencial de excelência perante a sociedade, com uma justiça célere, modernizada e eficiente”. Por fim, como valores, o Plano de Gestão, está calcado na “ética, eficiência, justiça, celeridade e modernidade.

Ao todo são onze objetivos estratégicos, subdivididos em metas. São, no total, 59 metas estabelecidas no Plano de Gestão.

“Tão logo fui escolhido pelo membros do Tribunal para exercer o cargo de presidente, convoquei a equipe que elegi para a administração e determinei a elaboração de um Plano de Gestão, tendo, previamente, encaminhado a todos os magistrados e servidores do Regional e-mail solicitando o envio de sugestões”, disse o juiz Edvaldo de Andrade.

 

cobrança e medição de resultados

Segundo ele, as metas da administração servem para o estabelecimento de objetivos e, simultaneamente, como instrumento de compromisso, cobrança e medição de resultados.

“Não sou administrador de formação, mas sim magistrado de vocação e de carreira. Porém, entendo que, atualmente, não existe mais espaço para um administração empírica, razão pela qual o Conselho Nacional de Justiça – CNJ, recomendou a criação, em cada tribunal, de uma Assessoria de Gestão Estratégica”, afirmou.

O Plano de Gestão prioriza a transparência administrativa o relacionamento com o cidadão, “o destinatário maior dos serviços prestados por esta corte”, assegurou o juiz Edvaldo de Andrade, acrescentando que o TRT tem a missão de melhorar, ainda mais, “os ótimos resultados jurisdicionais constatados nos últimos anos”.

 

Objetivos estratégicos:

 

1 – Compartilhar a filosofia de gestão do Tribunal com os servidores e magistrados.

2 – Revisar as normas de fluxogramas, visando a melhoria dos procedimentos judiciais e administrativos.

3 – Instituir no Tribunal planejamento estratégico de médio e longo prazo.

4 – Aprimorar a comunicação institucional.

5 – Investir na valorização e no aperfeiçoamento dos Recursos Humanos do Tribunal.

6 – Criar soluções e incentivar a adoção de procedimentos aptos a favorecer a efetividade jurisdicional.

7 – Aperfeiçoar os procedimentos administrativos.

8 – Ampliar as condições tecnológicas necessárias à celeridade, efetividade e modernização jurisdicional e administrativa.

9 – estreitar o relacionamento com os demais regionais e com outras instituições públicas e privadas.

10 – Aprimorar o atendimento ao público em geral.

11 – Adequar a infraestrutura e ambientes de trabalho do TRT.