Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2010 > 01 > TRT encerra 2009 com a realização de 129 cursos

TRT encerra 2009 com a realização de 129 cursos

Ações do documento



A Secretaria de Gestão de Pessoas dentro do seu novo perfil, desempenhou várias atividades dentro do ano de 2009. A começar pelas metas estabelecidas dentro do exercício, passando pelos treinamentos, e diante do foco que agora a Secretaria tem, baseada nas mudanças que estão sendo implementadas no serviço público, sobretudo no novo modelo de Avaliação de Desempenho, pode-se dizer que a Segepe cumpriu com sua missão.

No tocante aos treinamentos, para desenvolver o Plano de Capacitação, a Segepe criou ações exequíveis, compartilhando recursos com a Escola Judicial, fez o levantamento escutando todos os gestores e servidores; fez o acompanhamento dos treinamentos realizados e avaliação dos treinamentos quanto a eficácia do resultado, através de pesquisa.


A palestra “Planeje seus sonhos”, encerrou as atividades de 2009 da Secretaria de Gestão de Pessoas do Tribunal Regional do Trabalho. Ao longo do ano foram realizados 129 eventos, entre cursos, seminários, palestras e encontros. A palestra de encerramento das atividades educativas ocorreu no auditório do Pleno e foi ministrada por Eduardo Shana, especialista em Gestão Organizacional, Qualidade Total e Planejamento.

O Curso de BR Office foi o que mais capacitou durante o período. Ele atingiu mais de 90% dos servidores do Tribunal. A segunda colocação ficou com as palestras do Projeto Sexta-Feira, seguida de perto pelos cursos das áreas
de Informática e Direito, além do curso de Motivação para auto desempenho e relações interpessoais – atendimento ao público.

No início deste ano, a SEGEPE elaborou uma tabela de ações propostas, com o objetivo de cumpri-las até o final da gestão. Entre as ações, informatizar, sistematizar e divulgar os dados obtidos no Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional, visando parâmetros para a implementação de prevenção e controle de patologias.

Também propôs alinhar o Programa RH Cuidando de você, ajustar os postos de trabalho, observando as regras ergonômicas (móveis, equipamentos e suportes necessários), realizar levantamentos do nível do estresse através de pesquisas, realizar pesquisas de clima organizacional e de qualidade de vida.

Além disso, viabilizar a gestão por competências, atualizando o regulamento geral, adequando a realização de cursos de capacitação, divulgar o mapa estratégico do Tribunal, promover mudança cultural gerada pela eletronização processual, sensibilizar e e comprometer com os programas institucionais e promover ações para motivar e comprometer as pessoas com os objetivos da instituição.


Secretaria avança no modelo de gestão


Com o objetivo de avançar no modelo de gestão de pessoas, a SEGEPE tomou como base a abertura política da 'Constituição Cidadã', que em seu artigo 5º ampliou os deveres e direitos individuais e coletivos. A imprensa e a Internet exercem papel relevante na divulgação desses direitos e deveres e o cidadão passou a exercitá-los melhor, sobretudo quando se trata de buscar esses direitos no serviço público, que no modelo antigo não funcionava . Antes da Constituição de 1988, isso não era possível, visto que, um chefe de pessoal tinha suas rotinas focadas nas obrigações e direitos dos servidores, que eram conhecidos como “Barnabé, cujo trabalho era meramente burocrático, e o servidor não se sentia na obrigação de prestar um serviço a altura .

A Constituição Cidadã permitiu o desdobramento para a qualidade no serviço público, quando o artigo 37 da CF estabeleceu que a administração pública obedecerá os princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência.

Já o Código do Consumidor- Lei 8.078/90 é outro grande marco da mudança comportamental, que permitiu ao cidadão brasileiro exercitar e a buscar melhor os seus direitos.

O diretor da Secretaria de Gestão de Pessoas, Carlos Melo revelou ainda,que o movimento da qualidade do serviço público,não apenas uma onda. É uma realidade que veio para ficar. Diante dessa nova realidade, foi aplicado um questionário sobre qualidade de vida no trabalho, de cunho científico, e desenvolvido por profissionais deste Regional, onde buscou descobrir como os servidores viam a sua saúde, sua instituição, o que esperavam dela, seus principais problemas, entre outros tópicos. Setenta por cento dos servidores, espontaneamente,responderam ao questionário, sinalizando para os principais problemas que deveríamos enfrentar: Ajustar o foco da Secretaria de Recursos Humanos e sair de um modelo tradicional, operacional, para um novo modelo estratégico e proativo de gestão de pessoas.

Para enfrentar as demandas de mudança foi criada a Secretaria de Gestão de Pessoas. E recebeu como atribuições a estruturação para o desenvolvimento, saúde, cadastro e pagamento. Além disso, cuidar da família, educação e lazer. Atuar como elo entre a  e  as Unidades, para atendimento às demandas de gestão de pessoas e apoiar os clientes internos (gestores e servidores) na aplicação do processo de avaliação de desempenho. Também
identificar as necessidades de treinamento e capacitação dos seus clientes internos, realizando os eventos programados.


Relatório de Resultados


Coube ainda a SEGEPE compor relatórios de resultados das suas ações para divulgação. Na realização da avaliação de desempenho, a SEGEPE listou no histórico: Críticas e descrença quanto à efetividade do modelo praticado; Iniciativas de outras Regiões para revisão do processo de Avaliação de Desempenho; Compromisso de revisão em 2008; Contratação de serviços de consultoria.

Para a implantação, a SEGEPE seguiu alguns passos: Elaboração da Instrução de Trabalho e respectivos formulários; Visitas técnicas à 6ª Região, Alcoa e Petrobrás; Apresentação à Comissão de Avaliação de Desempenho; Aprovação da Resolução pelo Pleno; Treinamento dos Agentes de Gestão de Pessoas; Treinamento de 95% dos Gestores e Servidores no novo procedimento e Criação de uma interface na intranet.

Em alinhamento com o Plano de Gestão foi realizada a avaliação de desempenho baseada nas metas da Instituição, metas corporativas e das unidades, e as atividades dos servidores, com destaque para a participação ativa do avaliado em todas as fases.  Inclusão de feedback sobre influência do gestor no desempenho do servidor; Apresentação feita pelo presidente junto aos demais juízes e gestores, sobre o novo Processo de Avaliação de
Desempenho, que tem íntima ligação com o Plano de Gestão e treinamento de todos os gestores e servidores, com os Agentes de Gestão de Pessoas.

Em 2010, a Segepe tem novos desafios dentro do Planejamento Estratégico, que foi recentemente aprovado pelo Pleno: Propiciar um ambiente de trabalho saudável, viabilizar a gestão de competências e promover ações para motivar e comprometer as pessoas com os objetivos da Instituição.



Principais Metas da Segepe


Investir na valorização e no aperfeiçoamento dos recursos humanos do Tribunal:



- Desenvolver ações contínuas de marketing interno, com o objetivo de ampliar nos servidores o sentimento e o significado social de ser servidor público do TRT da 13ª Região, a partir de janeiro de 2009.

- Implementar as melhorias desenhadas para o Processo de Avaliação de Desempenho e para o Programa de Capacitação e Desenvolvimento, a partir de janeiro de 2009, com adoção de instrumentos para mensuração de resultados.
- Desenvolver cursos específicos de gestão para servidores e magistrados, a fim de que se profissionalize a administração, com adoção de modernas técnicas de gerenciamento, a partir de julho de 2009.

- Planejar e executar cursos específicos para formação de diretores de Vara, até agosto de 2009.

- Ampliar a oferta de eventos na modalidade Ensino a Distância, entre outras formas de treinamento e capacitação, com adoção de métodos específicos de avaliação de aprendizagem e aplicabilidade, até dezembro de 2009.
- Documentar os cursos oferecidos pelo Tribunal, de modo a permitir a criação de banco de arquivos audiovisuais, apto a permitir a disseminação do conhecimento entre os servidores, a partir de outubro de 2009.
- Fazer pesquisa entre os servidores, até março de 2009, a respeito de sua situação funcional, para avaliar seu sentimento de satisfação com a lotação e as atividades desenvolvidas, com o fim subsidiar a SEGEPE no planejamento de ações específicas e no dimensionamento qualitativo das unidades administrativas.

- Otimizar o Portal RH, com ênfase ao aprimoramento do atendimento eletrônico dos principais requerimentos dos servidores, pesquisas de opinião, temas relacionados à saúde, orientações médicas gerais e informações sobre
enfermidades específicas, tornando-o um instrumento mais eficaz de comunicação e socialização dos programas de gestão de pessoas, a partir de maio de 2009.

- Informatizar o prontuário clínico dos servidores atendidos pelo Serviço de Saúde, até outubro de 2009, possibilitando a extração de relatórios estatísticos referentes à incidência de enfermidades, com a finalidade de subsidiar ações preventivas.

- Aperfeiçoar os diversos programas relacionados ao “RH Cuidando de Você”: Controle de Saúde Ocupacional; Controle da Hipertensão Arterial Sistêmica; Controle da Obesidade; Prevenção e Controle da LER/DORT; Manejo e Controle do Estresse; Combate ao Tabagismo, viabilizando, inclusive, o atendimento do Setor de Nutrição e Dietética aos servidores lotados no Fórum de Campina Grande, a partir de março de 2009.