Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2010 > 05 > Juiz Arnaldo José Duarte do Amaral é cidadão paraibano

Juiz Arnaldo José Duarte do Amaral é cidadão paraibano

Ações do documento

Em solenidade ocorrida no Plenário Deputado José Mariz, da Assembléia Legislativa, o titular da 9ª Vara do Trabalho de João Pessoa e vice-diretor da Escola Judicial do Tribunal Regional do Trabalho, juiz Arnaldo José Duarte do Amaral recebeu o Título de Cidadão Paraibano. A outorga do título foi conferida ao magistrado pelos relevantes serviços prestados ao estado da Paraíba por propositura do deputado Rodrigo Soares.



A sessão foi presidida pelo deputado Carlos Batinga que formou a mesa junto com o desembargador Afrânio Melo, o advogado José Mário Porto e a Ouvidora da Assembléia, Arlenilde Correia de Aguiar. O homenageado foi conduzido ao Plenário pelo deputado Rodrigo Soares e após ouvir o Hino Nacional, recebeu o Título, tornando-se o mais novo cidadão paraibano.





Em seu discurso, o deputado Rodrigo Soares justificou a homenagem destacando o orgulho daquela Casa em conceder o título de cidadania ao juiz Arnaldo Amaral, que é natural do Recife (PE), mas que tem relevantes serviços prestados ao Estado. “Tenho a honra de nomear o mais novo embaixador da Paraíba,para que faça mais do que já fez pelo nosso Estado”, disse o parlamentar.



O magistrado trabalhista agradeceu as honras e garantiu que seu compromisso com a Paraíba é focado, principalmente, no que diz respeito a defesa dos trabalhadores que batem a porta da Justiça do Trabalho. Registrou agradecimentos também ao deputado Carlos Batinga e ao desembargador Afrânio Melo, a quem chamou carinhosamente de 'pai'. Saudou os colegas Juízes, diretores e servidores presentes na solenidade. “Aprendi a amar esta terra e hoje me orgulho de ser um cidadão paraibano”, revelou.





Já o deputado Carlos Batinga disse que naquele momento aquela Casa Legislativa estava ampliando o ranking de paraibanos ilustres e revelou: “a Paraíba se orgulha de tê-lo como filho”.

Estiveram presentes na solenidade os juízes David Servio Coqueiro, Carlos Hindemburgo, Francisco de Assis Barbosa, Antônio Eudes, os diretores, Carlos Melo, Walter Azevedo, Anderson Pimentel, Maurício Barbosa e a chefe de gabinete da Presidência, Ozanete Gondim, além de servidores e parentes do homenageado.