Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2010 > 06 > Núcleo Estadual de Gestão Estratégica tem 2ª Reunião

Núcleo Estadual de Gestão Estratégica tem 2ª Reunião

Ações do documento

publicado: 21/06/2010 09h16 última modificação: 30/09/2016 10h17


O Núcleo Estadual de Gestão Estratégica reuniu seus membros, pela segunda vez, na tarde desta quinta-feira (17), para mais uma troca de informações e experiências bem sucedidas entre as instituições. Na ocasião, o secretário de Planejamento e Gestão do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), José Falbo de Abrantes Vieira, disponibilizou os Manuais de Gestão e de Contratação do Tribunal aos representantes do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-13), Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e Ministério Público estadual (MPPB).

Além do secretário de Gestão do TJ, também participou da reunião, o secretário de Recursos Humanos do Tribunal, Romero Cavalcanti. Representando os outros órgãos, estiveram presentes: o coordenador do Núcleo e assessor de Gestão Estratégica do TRT-13, Samuel von Laer Norat, seu substituto Edgard Saeger Neto, o assessor de Planejamento do TRE, Roberto Medeiros Bezerra e a servidora da Gerência de Planejamento e Gestão do Ministério Público da Paraíba (GEPLAG), Nayara Luckwu.

Dentre os benefícios dos Manuais, o secretário do TJ destacou a aceleração dos processos de contratação, cujos trâmites, na maioria dos órgãos, se estendem por muito tempo. “Esse manual disciplina um ordenamento de como proceder para aquisição de uma resma de papel até uma licitação de grande obra. Com ele, nos estamos, inclusive, antecipando uma das recomendações do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que é acelerar os processos de contratos”, falou.

Falbo de Abrantes acrescentou que, uma licitação que poderia durar mais de um ano, por meio do Manual, pode ser concluída em até 50 dias, o que foi elogiado pelos demais integrantes, que sugeriram o encaminhamento do projeto ao CNJ, como “Boas Práticas”.


Casa da Justiça e Cidadania


O coordenador do Núcleo, Samuel Norat, disse que este modelo será sugerido à Presidência do TRT-13 e apontou, ainda, outros pontos fortes compartilhados na reunião, a exemplo do workshop realizado pelo TRE, onde três oficinas foram realizadas para discussão das metas do CNJ, e 40 recomendações foram condensadas e priorizadas. Em concordância, o assessor de Planejamento do TRE, Roberto Medeiros Bezerra, afirmou que “o sucesso do evento foi devido, primeiramente, às boas práticas implementadas pelo Núcleo.”.

Além destes aspectos, foram discutidos, ainda: a implantação da Casa da Justiça e Cidadania; a criação do Núcleo de Projetos do TRE e a realização do curso de Gestão de Projetos pelo TRT, em que, três vagas serão destinadas aos órgãos cooperados.

De acordo com o coordenador, Samuel Norat, estas reuniões entre os cooperados já apresentam resultados positivos. “O Núcleo tem enriquecido o trabalho de todos, na medida em que conseguimos avançar no conhecimento e na construção de novos procedimentos nos nossos tribunais”, finalizou, ressaltando, também, que a experiência não tem trazido custos para as instituições envolvidas. A próxima reunião ficou agendada para o dia 22 de julho, às 15h, no Ministério Público.


Por Gabriela Parente

ACS – Tribunal de Justiça