Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2010 > 12 > Semana do Judiciário reúne magistrados e estudantes na Estação Ciência

Semana do Judiciário reúne magistrados e estudantes na Estação Ciência

Ações do documento



“A Semana do Judiciário representa uma importante iniciativa do Tribunal no aprofundamento da interação do Judiciário com a sociedade e o objetivo principal do encontro é impulsionar o estudo de tópicos jurídicos atuais e de alta relevância doutrinária”.  Foi com este discurso que o presidente do TRT, desembargador Edvaldo de Andrade fez a abertura a décima edição da Semana do Judiciário, evento que está reunindo cerca de 500 participantes  no auditório da Estação Ciência, Arte e Cultura.


De acordo com o desembargador Edvaldo de Andrade, os temas da programação ressaltam a relevância das palestras e painéis, fazendo-se um contraponto com as novas tecnologias que estão presentes na vida das pessoas e os direitos humanos, que envolvem as garantias fundamentais do homem.



A conferência de abertura foi feita pelo juiz do Trabalho do Rio Grande do Norte, Hermann Hackradt, diretor da Escola Judicial da 21ª Região (RN), com o tema  Bio-ética. O magistrado revelou o prazer em participar do evento, que mostra sua grandeza através dos temas. “É um marco no campo judiciário. O juiz do Rio Grande do Norte foi apresentado ao público pelo presidente da Amatra 13, juiz André Machado, que aproveitou a oportunidade para agradecer a participação do colega que deixou seus compromissos para atender o convite da 13ª Região.



O evento tem como tema “A Justiça, as Novas Tecnologias e os Direitos Humanos” e está sendo coordenado pela Escola Judicial do TRT. Nesta sexta-feira, a Semajud será retomada com a apresentação de trabalhos acadêmicos por alunos de Direito. Em seguida será proferida a Mini-conferência com o tema “A preservação de processos como direito do cidadão e como parte de pesquisa”, pela juíza do Trabalho do Rio Grande do Sul, Magda Biavaschi.



Encerrando a programação da manhã será realizada uma conferência sobre informática com o juiz do TRT de Minas Gerais, José Eduardo Rezende. À tarde serão apresentados os trabalhos acadêmicos pelos alunos do Curso de Direito e na sequência serão realizados dois painéis. O primeiro vai discutir “Ética versus Tecnologia” e será apresentado por Bruno Azevedo, juiz do Tribunal de Justiça da Paraíba e  terá como debatedores Michelle Agnoleti e Paulo Maia Porto.





O segundo painel vai discutir “As Redes Sociais e o Impacto nas Relações de Trabalho, com apresentação da juíza do Trabalho do TRT da 13ª Região, Herminegilda Leite e como debatedores Paulo Germano Arruda, procurador do Trabalho e o advogado Tiago Isidro.


Doenças ocupacionais do futuro

No sábado, após a apresentação de trabalhos acadêmicos por alunos de Direito, o advogado Rodrigo Toscano, representando a OAB-PB, fará uma conferência, seguida de um painel que vai discutir “Jurisdição Contemporânea em Direitos Humanos”, apresentado pelo juiz do TRT de Campinas, São Paulo, Marcos Fava e terá como debatedores os juízes do TRT da Paraíba David Coqueiro e Sérgio Reis.



No início da tarde será discutido o “Acesso à Justiça e os DDHH,” com apresentação do professor da UFPB, Edward Pinto Lemos e debatedores Luciano Marinho, da AGU e Ivson Duarte, advogado do estado do Pará. No segundo painel o tema abordado será “As Doenças Ocupacionais do Futuro: Impacto das Novas Tecnologias nas Relações de Trabalho. O apresentador será o juiz Homero Mateus, do TRT de São Paulo, com debates conduzidos pelo professor da UFPB Francisco José e pelo procurador chefe da Procuradoria do Trabalho na Paraíba, Ramon Bezerra.