Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2011 > 02 > Secretaria Judiciária cria força tarefa para digitalizar processos

Secretaria Judiciária cria força tarefa para digitalizar processos

Ações do documento



Para retirar dos armários os processos físicos ainda existentes, a Secretaria Judiciária do Tribunal Regional do Trabalho criou uma força tarefa com seis servidores do setor para digitalizar e enviar eletronicamente, no menor tempo possível, os processos para o Tribunal Superior do Trabalho.

Dos cerca de 600 existentes, 242 forram digitalizados somente no mês de janeiro, e, junto a outros 57 eletrônicos, foram encaminhados para o TST, que hoje só recebe processos via malote digital.

De acordo com a diretora da Secretaria Judiciária, Mônica Maria Lisboa Figueiredo, a grande maioria dos processos são Agravos de Instrumento em Recurso de Revista. “No armário ainda restam cerca de 200 processos físicos”, disse, destacando que a meta é  transformar todos em eletrônicos nos próximos dois meses.

A cada dia, em média, dez processos eletrônicos são enviados para o TST. “É uma forma de sinalizar que o Tribunal está em dia com a realidade que é o processo eletrônico”, observou Mônica Figueiredo.

Ela disse ainda que o próximo passo será a digitalização de cerca de 800 processos físicos do setor de Precatórios, que hoje possui, em média 2.200 processos, sendo 400 já eletrônicos. “O grupo de servidores que forma a força tarefa está se revezando entre a digitalização dos processos e o trabalho diário”. 




Por Jaquilane Medeiros