Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2011 > 02 > TRT-PB já recebeu mais de 30 mil processos eletrônicos

TRT-PB já recebeu mais de 30 mil processos eletrônicos

Ações do documento

O Tribunal Regional do Trabalho da Paraíba já recebeu mais de 30 mil processos exclusivamente eletrônicos. O processômetro, instrumento eletrônico de controle, que mede a quantidade de processos sem a utilização de papel que dão entrada na Justiça Trabalhista,  já registra quase 32 mil processos. O instrumento foi criado em março do ano passado.

Segundo Max Guedes Pereira, diretor da Secretaria de Tecnologia da Informação do TRT, a cada meia hora o processômetro atualiza, através do banco de dados da Instituição, o número de  processos eletrônicos que dão entrada. Ele ressalta que a tendência é que os números cresçam numa velocidade cada vez maior, já que o TRT da Paraíba possui, desde novembro de 2010, todas as Varas do Trabalho eletrônicas.

O Processo Eletrônico começou a ser implantado no TRT da Paraíba em 2008, com a inauguração da primeira Vara do Trabalho totalmente eletrônica do país, no município de Santa Rita. O projeto de implantação foi concluído em novembro do ano passado, quando toda a Justiça Trabalhista, na primeira e segunda instâncias, já estava trabalhando com processos eletrônicos.

O processêmetro foi criado pela Secretaria de Tecnologia da Informação com o objetivo de ter um placar eletrônico que exibisse o número de processos sem papel que estão sendo peticionados na Justiça trabalhista. Os números podem ser vistos na página principal da internet (www.trt13.jus.br ).  “Isto traz mais transparência e credibilidade”, afirma Max Pereira.

Sistema de administração vai para a Internet

A Secretaria de Tecnologia da Informação segue com um programa de implantação de procedimentos eletrônicos para o Regional paraibano. O Sistema Único de Administração de Processos – Suap, vai migrar para uma plataforma web. Isto significa que todo o Sistema estará disponível na internet para servidores e magistrados do TRT da Paraíba. Como explica o diretor da STI, com o Suap na web será possível aos servidores e magistrados terem acesso ao Sistema e às suas informações  de onde estiverem.

A equipe da Coordenadoria do Suap, formada pelos servidores Agenor Júnior, Samuelson Wagner Silva e Anderson Correia Silva já está trabalhando neste projeto em parceria com a Secretaria de tecnologia da Informação do TRT de Rondônia e Acre, que  realizaram trabalho similar. A previsão é que isto aconteça no TRT da Paraíba ainda no primeiro semestre deste ano.