Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2011 > 04 > Justiça do Trabalho conclui leilões em 12 cidades da Paraíba

Justiça do Trabalho conclui leilões em 12 cidades da Paraíba

Ações do documento

publicado: 19/04/2011 08h58 última modificação: 30/09/2016 10h15


O Projeto Arrematar, que realizou leilões em Campina Grande, Picui, Areia, Sousa, Cajazeiras, Guarabira, Patos, Catolé do Rocha, Itabaiana, Santa Rita e João Pessoa na semana passada, teve muitos bens retirados da hasta pública por negociação. Foi o caso, em João Pessoa, do Esporte Clube Cabo Branco, que quitou a dívida previdenciária no valor de R$ 3.600,00.

O prédio do Colégio João Paulo II, também na Capital, saiu do leilão por decisão judicial e ganhou um prazo para o pagamento das dívidas. Em João Pessoa a juíza supervisora da Central de Mandados, Ana Paula Cabral atuou em conjunto com o juiz Alexandre Roque Pinto. Segundo a juíza o objetivo da Justiça Trabalhista é que a dívida com o trabalhador seja paga e vender o bem é o último recurso.

Quem participou do leilão, indo até o auditório da Justiça Federal ou através de lances ofertados pela internet pode aproveitar muitas oportunidades. Uma extensa área com galpão, no município de Bayeux, por exemplo, avaliada em R$ 450 mil foi arrematada por R$ 226 mil. Um veículo Ecosport 2005, avaliado em R$ 30 mil foi vendido por R$ 19.300,00, um Citroen C3, ano 2003, avaliado em R$ 30 mil foi arrematado por R$ 17.500,00.
 
Leilão em João Pessoa
O leilão em João Pessoa, que aconteceu pela primeira vez no auditório da Justiça Federal, começou na quinta-feira, 14, e só terminou na sexta-feira, 15, devido ao volume de lotes. Apartamentos, casas, prédios, terrenos, veículos e equipamentos dos mais diversos, foram oferecidos no edital. A Central de Mandados de João Pessoa e Campina Grande está finalizando o balanço da primeira edição do Projeto Arrematar deste ano para apresentar os valores totais arrecadados para o pagamento de dívidas trabalhistas.