Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2011 > 06 > Escola Judicial começa a receber trabalhos para a Revista do TRT

Escola Judicial começa a receber trabalhos para a Revista do TRT

Ações do documento

A Escola Judicial do Tribunal Regional do Trabalho recebe, a partir desta quarta-feira, dia 15, trabalhos inéditos da área do Direito Trabalhista para publicação na Revista.  O envio deverá ser feito até o dia 30 de setembro e todos os trabalhos serão submetidos à avaliação. Os autores deverão atentar para as recomendações da Revista e as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT, evitando assim que seus trabalhos sejam devolvidos.

A revista tem periodicidade anual visando proporcionar acesso público e gratuito a todo seu conteúdo e oferecer informação e oportunidade de melhoria no conhecimento do Direito.

Avaliação
Os trabalhos inscritos serão julgados pelo Conselho Consultivo, composto por três magistrados, sem a identificação de autoria, para garantir um parecer isento de qualquer influência. O julgamento é sigiloso quanto à identidade dos autores e revisores. Após a avaliação, os artigos serão encaminhados à Comissão da Revista, que fará a seleção dos artigos a serem publicados.

Poderão ser enviadas colaborações dentro das seguintes classificações: Artigo – matéria que aborda estudos ou pesquisas já concluídas, revisão da literatura e colaborações semelhantes; Acórdão – sentença proferida por instância superior; Sentença - decisão final de um juiz ou tribunal; Entrevista - encontro previamente combinado entre duas ou mais pessoas a fim de divulgar ou elucidar atos, ideias, planos, etc. de um dos participantes; Tradução – artigo traduzido, autorizado pelo detentor dos direitos de reprodução e Trabalho Acadêmico – trabalhos acadêmicos apresentados na X Semana do Judiciário (X SEMAJUD) e que obtiveram os primeiros lugares.

Autores
O processo de submissão exige que os autores verifiquem alguns itens, como se a contribuição é original e inédita, não podendo estar sendo avaliada por outra publicação. No caso do uso de tabelas ou figuras utilizadas em outras fontes, deverá haver a citação da autoria; as traduções submetidas à publicação devem ser acompanhadas de autorização por escrito, do autor do trabalho original e do editor.

Além disso, o manuscrito deve ser enviado à Escola Judicial do Tribunal Regional do Trabalho 13ª Região, localizada à rua Corálio Soares, s/n – Centro, 3º andar – Bloco A, em três (03) cópias, em espaço de 1,5, com fonte Time New Roman, tamanho 12, empregando a forma  itálica ao invés de sublinhar (exceto em endereços URL) com limite de 25 páginas para artigos. Todas as páginas devem ser numeradas a partir da página de identificação e recomenda-se que as referências bibliográficas se limitem a citar apenas as fontes utilizadas no trabalho. As figuras e tabelas devem ser inseridas no texto, e não em seu final; Os arquivos para submissão devem estar em formato .odt (Br Office Writer) ou .rtf (Rich Text Format), não podendo ultrapassar 2 MB, em espaço simples e fonte tamanho 12, devendo ser enviados à Comissão da Revista, através do email comissaodarevista@trt13.jus.br ou ejud@trt13.jus.br

É necessário que seja observado ainda que, a página inicial ou primeira lauda deverá conter a seção a que o original se destina, o título, nome de todos os autores por extenso, com identificação da instituição a que pertencem, titulação acadêmica e respectivo email, resumo e palavras-chave; Todos os artigos submetidos à avaliação deverão conter resumo (NBR 6028/2002) de 100 a 200 palavras e palavras-chave no idioma original e em inglês, assim como o título dos artigos; As referências (NBR 6023/2002) devem ser ordenadas alfabeticamente; As citações bibliográficas (NBR 10520/2002) devem constar na lista de referências e as notas de rodapé ou notas no final do texto devem ser evitadas, sendo permitida apenas na primeira página, para indicar auxílios recebidos, origem do trabalho, apresentação de eventos ou notas similares, quando necessário.

Normas
Os trabalhos devem seguir as normas de homogeneidade quando do uso de palavras estrangeiras – só itálico sem aspas; palavras brasileiras usadas em sentido figurado – itálico com aspas; números ordinais até nove – só por extenso, números ordinais de 10 em diante – só o algarismo; abreviaturas/siglas - pela primeira vez, escrever por extenso a expressão, seguida de hífen e a abreviatura/sigla. A partir de então, só a abreviatura/sigla; uso de letras maiúsculas ou minúsculas – uniformizar, pelo menos, a cada artigo; uso de grifo – não se grifam espaços e apresentação de tabelas e quadros – seguir as normas de apresentação tabular da Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e uniformizar ao longo dos fascículos. 

Estão entre as normas de homogeneidade também a apresentação de citações literais – fazer a distinção entre a citação curta (inserida no próprio parágrafo; entre aspas) e a citação longa (parágrafo em separado, 4 cm à esquerda; espaço simples; fonte 11; sem aspas); tempo verbal – uniformizar, sempre que possível, mediante o emprego preferencial do presente; pessoa gramatical – uniformizar a pessoa, permitindo aos autores o uso da 1ª pessoa do singular, 1ª pessoa do plural ou 3ª pessoa do singular, sem utilizar as duas formas.

À revista é dado o direito de efetuar, nos originais, alterações de ordem normativa, ortográfica e gramatical, visando manter o padrão culto da língua, porém, respeitando o estilo próprio de cada autor. Os artigos finais não serão enviados aos respectivos autores.

Os trabalhos publicados passarão a ser propriedade da Revista do Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região e as opiniões emitidas pelos autores são de sua inteira responsabilidade. Cada autor terá direito a dois (02) exemplares da revista. Maiores informações pelos telefones: 3533.6143 – 35336144 ou pelo e-mail ejud@trt13.jus.br.

As normas da ABNT que devem ser cumpridas
são, especialmente, as abaixo relacionadas:

NBR 5892/1989 – Norma para datar;
NBR 6022/2003 – Apresentação de artigos de publicações periódicas;
NBR 6023/2002 – Referências bibliográficas;
NBR 6024/2003 – Numeração progressiva das seções de um documento;
NBR 6028/2003 – Resumos;
NBR 10520/2002 - Apresentação de citações em documentos; Apresentação tabular da Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).