Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2013 > 03 > Mulheres recebem homenagem no TRT da Paraíba

Mulheres recebem homenagem no TRT da Paraíba

Programação incluiu palestra, música e teatro

Ações do documento

publicado: 08/03/2013 13h15 última modificação: 30/09/2016 10h09

 

Desembargadores, juízes, servidores e prestadores de serviços do Tribunal do Trabalho da Paraíba se reuniram na manhã desta sexta-feira (8) no auditório do Pleno para prestar homenagem às mulheres. Dentro da programação preparada, especialmente, pela Assessoria de Gestão Estratégica para o Dia Internacional da Mulher, uma palestra, apresentação teatral e musical com o Coral 13ª Em Canto.

O evento foi oficialmente aberto pelo presidente do TRT, desembargador Carlos Coelho, que além de tecer elogios às mulheres, destacou fatos históricos do Brasil e do mundo marcados pela luta feminina por melhores condições de vida e de trabalho, bem como a igualdade de direitos.

O magistrado lembrou das conquistas ao longo dos séculos e destacou uma frase sentenciada por Simone de Beavoir, que disse: “É pelo trabalho que a mulher vem diminuindo a distância que a separa do homem. Somente o trabalho poderá garantir-lhe uma independência concreta”. Carlos Coelho disse que a autora da frase tinha razão “a cada dia dou testemunho disso neste Tribunal. E aqui não falo da independência que resulte na total falta de harmonia entre homens e mulheres, nem tampouco da autonomia que desvincule a mulher das suas missões de mãe, educadora e fonte primeira de todo o amor e carinho que conhecemos na vida. Falo da capacidade mais que demonstrada de vencer qualquer desafio e de estar a altura de qualquer missão que lhes dê”.

Palestra

O assessor de Gestão Estratégica do TRT, Max Frederico agradeceu o apoio recebido para a organização do evento e anunciou a titular da 3ª Vara do Trabalho de João Pessoa, juíza Herminegilda Leite, que fez palestra sobre “A proteção da maternidade no contrato de trabalho – Novas diretrizes”.

O Coral 13ª Em Canto cantou e encantou os presentes com o repertório “Entre a serpente e o mar”, de Zé Ramalho, “Rosa”, de Pixinguinha, “Maria, Maria, de Milton Nascimento e “Sexo Frágil”, de Erasmo Carlos e, atendendo pedido do desembargador presidente, cantou “Eu sei que vou te amar”, de Vinícius de Morais.

O grupo de teatro do TRT fez a apresentação de uma peça abordando o tema “A mulher dinâmica do século XXI” e em seguida, a eletricista, pintora e pedreira Juliana de Lima, que trabalha na empresa Joih Engenharia LTDA, ora prestando serviço neste Regional, foi homenageada e recebeu rosas do desembargador Carlos Coelho. Juliana de Lima também foi saudada pelo mestre de obras Gilberto Cardoso dos Santos. O evento foi encerrado com uma homenagem a servidora Sílvia Pires, eleita primeira presidente mulher da Associação dos Servidores do TRT – Astra e tomará posse ainda este mês.