Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2013 > 04 > Juiz do Trabalho Cláudio Pedrosa lança obra sobre Tomás de Aquino

Juiz do Trabalho Cláudio Pedrosa lança obra sobre Tomás de Aquino

Juiz é também autor do livro “Modificações do Contrato de Trabalho e sua Reestruturação Dogmática”

Ações do documento

 

“A Conceituação de Justiça em Tomás de Aquino. Um Estudo Dogmático e Axiológico”, editado pela Juruá Editora, é a mais recente obra lançada por Cláudio Pedrosa Nunes, juiz do Trabalho da 13ª Região.

O livro aborda as inúmeras confluências da filosofia de Tomás de Aquino, nele há uma acurada reflexão conceitual-jurídico-cristã de Justiça que perfilha o mérito do pensamento tomista. Para isso, o autor utilizou-se das prescrições das duas mais destacadas obras do aquinatense: a Suma Teológica e a Suma Contra Gentilis.

Segundo Cláudio Pedrosa, o propósito é demonstrar que o Direito e a Justiça são categorias amalgamadas no sentido e no alcance do Direito Natural, cujas premissas teológico-cristãs têm merecido lugar. Nesse contexto, a obra convida o leitor para conjugar-se a essa reflexão, especialmente para conhecimento de conceitos e aptidões que revelam o perfil jusfilosófico-cristão do Santo Doutor.

O estudo do pensamento filosófico-cristão de Tomás de Aquino constitui o marco exuberante de toda a Filosofia Medieval. Até o advento da Baixa Idade Média, nenhum teólogo havia realizado um estudo tão apurado, sistemático e útil das Sagradas Escrituras como o fez Tomás de Aquino, com emprego de conceitos, categorias, características e institutos da Filosofia e do Direito.

O juiz Cláudio Pedrosa é Doutor em Ciências Jurídico-Filosóficas pela Universidade de Coimbra e Doutor em Direito do Trabalho e Seguridade Social pela Universidade de Salamanca, além de Mestre em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Professor Adjunto II da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), é ainda autor do livro Modificações do Contrato de Trabalho e sua Reestruturação Dogmática, Juruá Editora, 2009.