Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2013 > 09 > Ouvidoria Móvel do TRT vai ao Fórum de João Pessoa e atende advogados e usuários

Ouvidoria Móvel do TRT vai ao Fórum de João Pessoa e atende advogados e usuários

Balanço do semestre constata aumento da procura pelos serviços

Ações do documento

A Ouvidoria do Tribunal do Trabalho da Paraíba mais uma vez levou sua unidade móvel ao Fórum Maximiano Figueiredo, em João Pessoa. O novo canal de acesso está sendo levado aonde está o seu público, que é formado por reclamados, reclamantes e advogados, juízes e servidores, para colher sugestões, dar informações e até receber reclamações, tudo com o propósito de melhorar ainda mais os serviços prestados pela Justiça do Trabalho.

Na semana passada, um stande foi montado no hall das Varas e os servidores Francisco Carlos Firmino e Adriana Fernandes Nóbrega Gomes, lotados na Ouvidoria, ficaram à disposição do público. O desembargador-ouvidor do TRT, Wolney de Macedo Cordeiro, esteve no local acompanhando as atividades. Segundo ele, o projeto da Unidade Móvel foi criado em abril e os resultados obtidos até agora têm ultrapassado as expectativas. “A procura aumentou bastante e não é só para registrar reclamações, mas também para dar sugestões e tirar dúvidas sobre a Justiça do Trabalho”.

O supervisor da Ouvidoria, Francisco Carlos Firmino disse que a mobilidade da Ouvidoria é importante para aproximar o Tribunal do cidadão. “É mais um canal de interlocução posto a disposição da sociedade, pois a Ouvidoria se converte em instrumento da democracia participativa, uma vez que propicia ao cidadão voz ativa junto à administração por meio de suas manifestações”.

Opinião pública

“A Ouvidoria é um canal que estreita os laços entre os advogados e as partes com o Tribunal”, disse o advogado Daniel Sabadelhe Aranha, destacando que a partir do momento que a unidade fica itinerante, aproxima e contribui para o melhoramento da prestação dos serviços do TRT.

Para Homero Sátiro, também advogado que milita na Justiça do Trabalho, o projeto que o Tribunal está trazendo é importante porque aproxima o advogado da justiça especializada. “As pessoas que efetivamente são atendidas estão muito satisfeitas com a mobilidade da Ouvidoria”, disse.

A engenheira civil Ângela Coutinho parabenizou o TRT pela iniciativa e disse que é muito interessante o setor sair da Sede e ir até o público. “É uma oportunidade para as pessoas apresentarem sugestões, reclamações e de tirar dúvidas”.

Balanço do semestre

De janeiro a junho deste ano, a Ouvidoria do Tribunal do Trabalho da Paraíba recebeu 367 manifestações. Com base no ano anterior, nos primeiro e segundo trimestres foi constatado um aumento de 20,66% e 11,82%, respectivamente. Do total, 288 manifestações foram realizada através de formulário eletrônico disponível na internet, 44 por telefone, 18 de forma pessoal, 17 coletadas em urna e duas por carta.

O percentual de resolutividade foi de 65,19% no primeiro trimestre e 53% no segundo trimestre. As manifestações cadastradas foram solucionadas na própria Ouvidoria, através da elaboração e envio de resposta conclusiva diretamente ao manifestante.

O expressivo aumento se deu pela ampla divulgação da função da Ouvidoria nos meios de comunicação e através da consulta do nível de satisfação dos usuários internos e externos, para que os servidores e a população em geral pudessem ter interação direta com o órgão.

Dentro do Plano de Ação e Metas no ano de 2013 traçados pelo órgão foi inaugurado a Unidade de Ouvidoria Móvel (UOM), como forma de ampliar a acessibilidade dos usuários da Justiça do Trabalho e cidadãos em geral. A página da ouvidoria na internet e intranet também foi aprimorada com a inclusão de outras opções de consulta, mediante a modificação da alocação do link da Ouvidoria no site do TRT, constando os principais serviços prestados. Implementação da Agenda do Ouvidor “Encontro Marcado”, para atendimento pessoal aos jurisdicionados e Integração institucional com outras Ouvidorias e Redução do tempo das respostas e de solução das demandas por parte das unidades do Regional.

A sociedade, partes, advogados, servidores, magistrados e estagiários que acionaram a Ouvidoria do TRT em 2013 puderam requerer informações, registrar reclamações, deixar sugestões, denúncias e elogiar, para que o órgão pudesse atuar com o objetivo de promover melhorias e aperfeiçoar os serviços judiciais no âmbito do TRT da Paraíba.

Canais de acesso

A Ouvidoria atende o usuário da Justiça do Trabalho de segunda a sexta das 7h às 17h pelo telefone 0800-7281313 (ligação gratuita para telefones fixos), através de formulário eletrônico na página do Tribunal no seguinte endereço: www.trt13.jus.br, via Telefax: 83-3533-6001 nos horários de funcionamento do TRT e pessoalmente, também nos horários do TRT. Atende ainda por carta que deve ser enviada à Ouvidoria do Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região, na Avenida Soares Corálio de Oliveira, s/n –Centro – João Pessoa – PB CEP: 58013-260.

Existem ainda outros meios de contato com a Ouvidoria, como os formulários disponibilizados junto às urnas localizadas na sede do Tribunal, nos Fóruns da Capital e Campina Grande e demais Varas do Trabalho o endereço eletrônico ouvidoria@trt13.jus.br ou mesmo pessoalmente, com o Desembargador Ouvidor, mediante prévio agendamento pelo telefone 3533-6001.