Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2013 > 10 > Tribunal do Trabalho da Paraíba vai lançar “Cordel da Conciliação”

Tribunal do Trabalho da Paraíba vai lançar “Cordel da Conciliação”

Cordelista Manoel Monteiro vai assinar a cartilha

Ações do documento

O poeta cordelista pernambucano Manoel Monteiro vai assinar a cartilha “Cordel da Conciliação, que vai expressar em forma de poesia os benefícios do acordo trabalhista. O lançamento da obra literária será feito no auditório do Fórum Maximiano Figueiredo, em João Pessoa, pelo Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nucon) do Tribunal do Trabalho da Paraíba no dia 2 de dezembro, data em que se inicia a Semana Nacional da Conciliação.

A Semana Nacional de Conciliação ocorre anualmente desde 2006 e tem a participação de todos os tribunais federais, estaduais e trabalhistas. Consiste na seleção dos processos com possibilidade de acordo e na intimação das partes para a solução dos conflitos de forma pacífica.

O Nucon é coordenadora pela juíza Nayara Queiroz que adotou a proposta de conciliação humanística, que qualifica o ato judicial da tentativa conciliatória ao propor que o magistrado atue como facilitador do diálogo. “É gratificante ver a satisfação comprovada pelos advogados e partes”, disse a magistrada.

O Núcleo foi criado pela Resolução 125/2010 do Conselho Nacional de Justiça que instituiu a Política Judiciária Nacional de tratamento adequado dos conflitos de interesse.

Perfil do poeta

O poeta Manoel Monteiro nasceu em 1937 em Pernambuco. Logo nos primeiros anos teve aproximação com os folheteiros, coquistas e violeiros. Como não tinha aptidão para o improviso começou escrever versos. Vendeu folhetos de feira em feira, deixou Pernambuco e aportou em Campina Grande, onde vendeu versos de terceiros, até publicar seu primeiro cordel em 1953 na gráfica do poeta Manoel Camilo dos Santos, autor do clássico Viagem a São Saruê.

O poeta faz parte da Academia Brasileira de Literatura de Cordel, que tem sede no Rio de Janeiro, onde foi eleito 'o cordelista do ano', em 2010. Também integra o corpo do Instituto Histórico e Geográfico do Cariri Paraibano. Confira alguns títulos do poeta pernambucano: Confira alguns dos títulos de Manoel Monteiro:

    • A dança das 12 princesas

    • A estória do rei, do rato, do gato...

    • A evolução do papel

    • A gata borralheira

    • A história de Fred ou a obsessão das águas (espanhol)

    • A história de Fred ou a obsessão das águas (inglês)

    • A revolta dos pretos

    • A vida do padre Cícero. político ou padre? cangaceiro ou santo?

    • Augusto dos Anjos, o poeta do infortúnio

    • 50 anos de amor

    • Buda, o iluminado. Nascimento, vida e morte