Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2014 > 01 > Tribunal reforça treinamento do PJe-JT no interior

Tribunal reforça treinamento do PJe-JT no interior

Sistema já tem nova versão

Ações do documento

publicado: 14/01/2014 08h43 última modificação: 30/09/2016 11h11

O Grupo de Trabalho e Negócios do Processo Judicial Eletrônico da Justiça (PJe-JT) está reforçando o treinamento nas Varas do Trabalho de Cajazeiras, Sousa e Patos, buscando uma melhor utilização do sistema, bem como esclarecer procedimentos das fases de liquidação e execução nas ações trabalhistas.

Em Cajazeiras e Sousa o trabalho foi concluído na semana passada e esta semana o trabalho acontece em Patos. Segundo o coordenador de Estatística e do Grupo de Trabalho e Negócios do PJe-JT, Ronaldo Costa, em Cajazeiras foram desenvolvidos mais de 19 modelos juntamente com os servidores. “Todos estão devidamente capacitados e motivados com o PJe-JT. Em Sousa orientamos os servidores sobre os 20 processos autuados nos últimos dias e em Patos estamos com mais de 60 processos sem nenhum problema, apenas pequenas dúvidas”, disse Ronaldo, informando que está agendando um treinamento para os advogados da região de Patos.

“Acredito que o suporte presencial foi muito produtivo, trazendo tranquilidade às Varas do Trabalho, demonstrando a preocupação com que o TRT está tratando o projeto do PJe-JT, com relação a continuidade, suporte e atendimento”, concluiu.

Nova versão do PJe-JT

No início do ano a versão 1.4.8 do PJe-JT foi colocada no ambiente de homologação e liberado o acesso para verificação das novas práticas e alteração de procedimentos. O Grupo de Trabalho e Negócios, desde o último dia 4 está fazendo testes no novo sistema e preparando um documento com uma linguagem acessível a servidores e diretores das unidades sobre as modificações e novas funcionalidades.

Os testes feitos na nova versão mostram que diversos procedimentos foram alterados causando maior celeridade no fluxo processual, tais como visualização/liberação do segredo de justiça para os diretores, procedimento que anteriormente era visualizado somente pelos magistrados. A nova versão traz, ainda, facilidade no acesso e quantidade menor de 'cliques' para efetuar um procedimento.

Segundo Ronaldo Costa, após os testes o Grupo de Trabalho enviará para a Secretaria de Tecnologia da Informação (Setic) documento contendo todos os procedimentos. Depois, a nova versão irá para a área de produção.