Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2014 > 01 > TRT/PB ocupa 4º lugar no percentual de participação no Censo do Poder Judiciário

TRT/PB ocupa 4º lugar no percentual de participação no Censo do Poder Judiciário

Pesquisa nacional aconteceu em 2013 e envolveu todo o Judiciário brasileiro

Ações do documento

publicado: 29/01/2014 11h00 última modificação: 30/09/2016 11h11

 

 

A Paraíba está ocupando o 4º lugar no percentual de respostas enviadas ao Censo Nacional do Poder Judiciário, entre os Tribunais Regionais do Trabalho do Brasil. A pesquisa foi realizada em 3013 pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e envolveu todo o Judiciário brasileiro. Mais de sessenta porcento dos servidores do regional paraibano responderam ao questionário, perfazendo um total de 1.091.

De acordo com a Agência CNJ de Notícia, o Censo Nacional do Poder Judiciário ultrapassou 285 mil questionários respondidos. O número representa quase o total dos servidores da Justiça, que gira em torno de 315 mil pessoas. Com a pesquisa, o CNJ, pretendeu conhecer o perfil dos servidores do sistema judiciário brasileiro e sua opinião sobre questões relevantes do trabalho. A coleta dos dados teve início no dia 26 de agosto de 2013.

A melhor participação dos servidores foi da Justiça Militar Estadual, com 89,86% de respostas enviadas. A Justiça Eleitoral vem em segundo lugar, com 68,12% de questionários respondidos pelos seus servidores. Na sequência, vêm Justiça Estadual (363,73%), Justiça do Trabalho (62,32%); Federal (57,19%) e Tribunais Superiores (44.97%).

De acordo com o Sistema de Acompanhamento do Censo, o Tribunal de Justiça Militar do Rio Grande do Sul lidera o ranking com 93,94% de adesão; em seguida, está o Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul (86,69%). O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro vem em terceiro, com 86,27% de questionários respondidos.

O Censo terminou no final de 2013, e seu resultado vai nortear os tribunais e o CNJ na elaboração de políticas públicas que melhorem a prestação dos serviços judiciais aos brasileiros.