Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2014 > 02 > Usuários aprovam organização e eficiência dos serviços oferecidos pela Justiça do Trabalho

Usuários aprovam organização e eficiência dos serviços oferecidos pela Justiça do Trabalho

Mais de 490 usuários responderam a Pesquisa de Clima Organizacional do TRT

Ações do documento

publicado: 20/02/2014 13h05 última modificação: 30/09/2016 11h11

Com o objetivo de descobrir o que os usuários pensam da Justiça do Trabalho, a Assessoria de Gestão Estratégica – AGE do TRT realizou a Pesquisa de Clima Organizacional e Satisfação aplicando um questionário com esse público. O objetivo foi, a partir das respostas, implantar iniciativas que melhorem, ainda mais, as práticas do Regional.

A pesquisa também foi aplicada para os magistrados e servidores da Justiça do Trabalho e o resultado apresentado foi bastante satisfatório. Todos os itens do instrumento utilizado para a aplicação do questionário foram agrupados em dimensões com conteúdos comuns a exemplo de comunicação, percepção institucional, saúde e bem-estar, relacionamento interpessoal, organização do trabalho, infraestrutura e capacitação e desenvolvimento das pessoas.

Quatrocentos e noventa e dois usuários responderam ao questionário Do total, foram 333 homens e 157 mulheres e apenas 2 não informou. Também foi maioria os que têm curso superior e especialização. 95% desse público é formado por advogados e 78% deles demonstraram satisfação com relação a infraestrutura. Outros 74% aprovou a organização e eficiência dos setores de protocolo,marcação de audiência, tramitação de processos e execução dos mandados.

Com relação aos canais de comunicação utilizados pelo Tribunal, 82% dos que responderam ao questionário afirmaram que favorecem à acessibilidade. Outros 88% estão satisfeitos com a eficácia e utilização do Processo Eletrônico do TRT (Suap) e também com a eficácia do site do Tribunal. O resultado da pesquisa mostrou que o serviço oferecido pelo Regional de maior conhecimento dos usuários é a Consulta Processual, seguida bem de perto pelo Peticionamento Eletrônico e site da instituição.