Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2014 > 06 > São João no Fórum de João Pessoa tem cores, sabores e DNA do Nordeste

São João no Fórum de João Pessoa tem cores, sabores e DNA do Nordeste

Festa acontece nesta sexta-feira (6) e tema é Fole no Fórum

Ações do documento

publicado: 05/06/2014 14h40 última modificação: 30/09/2016 11h12

Uma profusão de cores que agrada aos olhos, o resgate de um nordeste rural, um cheiro de comida que vai lembrar os sabores da casa da avó lá do interior, o som suave do forró pé de serra chamando para um arrasta pé. Aquele som que bate fundo na alma, o som do coração. “Oi, tum, tum, bate coração. Oi, tum, coração pode bater. Oi, tum, tum, tum, bate, coração...” Além disso, aquele grito de 'gol do Brasil' sendo preparado na garganta para ser ecoado na Copa do Mundo de Futebol.

Assim está o Fórum da Justiça do Trabalho em João Pessoa, com as cores do Brasil, e a alegria e magia do São João. A festa está pronta e todos os servidores e Juízes da Justiça do Trabalho estão convidados, além de advogados e partes nos processos que estiverem no Fórum Maximiano Figueiredo nesta sexta-feira, 6, a partir das 10 horas.

 

Programação:

Às 10h, o presidente do TRT, desembargador Carlos Coelho, o diretor do Fórum, juiz Normando Leitão, juízes das nove Varas do Trabalho e de outras unidades judiciárias e todos os servidores estarão abrindo o grande 'arraiá', que recebeu o nome de 'Fole no Fórum'.

A abertura terá a apresentação do Coral 13ª Em Canto, do TRT, regido pelo maestro Carlinhos Telles, seguido da quadrilha do Instituto dos Cegos da Paraíba e do Forró Pé de Serra da bandinha de Seu Lula.

Todas as unidades do Fórum estão ornamentadas com motivos juninos mesclados com as cores do Brasil, que já está em clima de Copa do Mundo.

E as opções de comidas típicas são muitas. E, o mais interessante, é que cada unidade terá uma barraca e oferecerá um determinado tipo de comida. A intenção da direção do Fórum é que todos circulem pelos ambientes, experimentando os vários sabores e curtindo cada detalhe da ornamentação dos lugares.

 

1ª Vara do Trabalho

A 1ª Vara do Trabalho investiu na Copa do Mundo e recheou o ambiente com bandeiras do Brasil e painéis em verde e amarelo. É o clima da copa, com o aconchego do forró.

 

2ª Vara do Trabalho

Na 2ª Vara do Trabalho, os painéis fixos do artista plástico Pedro Nogueira ganharam o adorno das bandeirolas multicoloridas. E tudo sem esquecer objetos e utensílios característicos do Nordeste, exibidos em um cenário muito bem montado.

 

3ª Vara do Trabalho

Na 3ª Vara do Trabalho cores, muitas cores. A ornamentação valorizou a chita, tecido estampado com cores vibrantes que tem a 'cara' do interior do Nordeste. Os painéis valorizam os santos patrocinadores das festas juninas: Santo Antônio, São João e São Pedro.

 

 

4ª Vara do Trabalho

A 4ª VT também valorizou a chita, com o tempero das bandeirolas e balões, um chamado para a poesia do forró. “Olha pro céu meu amor...”

 

 

5ª Vara do Trabalho

Na 5ª Vara do Trabalho o som mais característico do sertão está na entrada. A chegada de cada pessoa é anunciada por um chocalho. Genial. No balcão, objetos do nordeste, do pilão à chaleira. Do cachimbo à cachaça. Destaca a fonte da vida na colmeia e um delicioso mel. Tem o carro e a cara do boi, e até o recanto de postura das galinhas, o conhecido 'poleiro'.

 

 

6ª Vara do Trabalho

Na 6ª Vara do Trabalho os alimentos da roça, fresquinhos, como a batata doce e a macaxeira. E tem as bolachas, broas, doces e outras comidinhas do sertão. Está tudo na 'Budega', que só vende fiado a maiores de 80 anos e, ainda assim, se estiverem acompanhados dos avós. E tem muito mais. Tem frutas, cereais... E pra comprar basta pesar na balança e levar.

 

7ª Vara do Trabalho

Na 7ª Vara do Trabalho, o encontro com o passado. Na entrada da unidade foi montado o gabinete de um juiz da era pré-computador, usando móveis e objetos do Memorial da Justiça do Trabalho da Paraíba. Vários recantos da unidade foram cuidadosamente preparados com objetos do dia a dia e da cultura do nordeste.

 

8ª Vara do Trabalho

Na 8ª Vara do Trabalho o tema foi a musicalidade do nordeste, puxado pela sanfona, zabumba, triangulo e pandeiro. E a VT contratou até um casal para cantar o forró pé de serra. “Olha, que isso aqui tá muito bom, isso aqui tá bom demais. Olha, quem tá fora quer entrar, mas quem tá dentro não sai...”

Tem ainda muitas peças do artesanato nordestino, painéis com fotografias de familiares dos servidores com trajes juninos e um desafio: o advogado só recebe o alvará se tocar, e bem, um dos instrumentos. Como prêmio pode assinar o documento usando a caneta do Luiz Gonzaga, o Rei do Baião.

 

9ª Vara do Trabalho

Na 9ª Vara do Trabalho prepare os olhos para um colorido apaixonante. É a mistura das cores do São João com a Copa do Mundo. E tem a reconstituição perfeita de cenas marcantes do sertão, como o casamento matuto, com direito a daminha, padrinhos, o padre, os pais dos noivos e até o bolo da festa.

O oratório é destaque, somado a objetos como o pote e o copo de alumínio, o fogareiro e a arataca, uma armadilha usada para captura de animais silvestres.

Pra fechar, o juiz, a juíza e até a digitadora de audiência estilizados em bonecos.

 

 

Central de Atendimento - (Cenaten)

Na Cenaten a Copa do Mundo de Futebol é o tema central, com muitas bandeiras e balões nas cores verde, azul e amarelo.

 

Central de Mandados

Na Central de Mandados o painel com o casal de forrozeiros, feito com abanos, arupembas e chapéu de palha. O oratório lembra as casinhas de taipa do interior do nordeste, onde moravam as benzedeiras. E o barulho da festa começa aqui, com as bombas que fazem parte da ornamentação. Uma graça.

 

 

Núcleo de Conciliação (Nucon)

No Nucon a conciliação humanista ganhou as cores vibrantes da chita, que deu um ar de nobreza às mesas de trabalho. E toda a ornamentação ganha o charme das bandeirolas, balões e pequenos painéis formados por objetos úteis nas cozinhas sertanejas.