Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2015 > 06 > TRT e Polícia Militar firmam Acordo de Cooperação Técnica para a realização de ações conjuntas

TRT e Polícia Militar firmam Acordo de Cooperação Técnica para a realização de ações conjuntas

Documento foi assinado no gabinete da presidência

Ações do documento

publicado: 09/06/2015 15h21 última modificação: 30/09/2016 11h09

 

O Tribunal do Trabalho da Paraíba (13ª Região) e a Polícia Militar do Estado, firmaram parceria, com a assinatura de um Acordo de Cooperação Técnica, que vai permitir a participação de juízes e servidores em cursos nas áreas de segurança e capacitação oferecidos pela corporação. Da mesma forma, policiais poderão participar de cursos promovidos pelo TRT. O convênio foi assinado no gabinete da presidência do Regional, pelo desembargador Ubiratan Delgado e pelo subcomandante geral da PMPB, coronel José de Almeida Rosas, que representou o comandante geral da PM, coronel Euler Chaves.

A parceria busca a efetivação dos objetivos, comprometendo-se as instituições a emprestar todo o apoio possível e necessário à realização de ações conjuntas, de iniciativa comum ou isolada, desde que correlatas às suas obrigações e atribuições institucionais.

O TRT e a PM vão trocar informações técnicas não protegidas de sigilo, bem como de recursos humanos e materiais necessários ao desempenho do Acordo, cujas ações não resultem em prejuízos à realização ordinária das suas próprias atividades. De acordo com o diretor do serviço de Segurança e Transportes do TRT, Jefferson Pereira, o Acordo de Cooperação Técnica terá vigência de 60 meses.

Ações de segurança

Para o presidente do TRT, desembargador Ubiratan Delgado, “esse novo olhar da Justiça do Trabalho para a segurança está acontecendo em todo o país. É necessário mudarmos a nossa forma de atuar, capacitar nossos agentes e planejar ações de segurança. Sabemos que a Polícia Militar da Paraíba tem uma das melhores estruturas de capacitação do Brasil e estamos muito satisfeitos com o convênio celebrado hoje”. O desembargador destacou o trabalho da Comissão de Segurança do Tribunal, que “tem vez e voz no âmbito da Administração, e do desembargador Edvaldo de Andrade, que preside a Comissão e que tomou para si a missão de melhorar a segurança da instituição”. Falou do trabalho do coronel Jefferson Pereira, diretor de Segurança e Transportes do TRT, que tem prestado relevantes serviços ao Tribunal na área de segurança institucional e que buscou o estreitamento dos laços com a Polícia Militar e saudou a ação do servidor Guaracy Medeiros de Assis, gestor do projeto estratégico Plano Institucional de Segurança.

União das instituições

“A segurança pública é um fato preocupante em todo o país e todas as instituições públicas devem dar as mãos para que o combate a violência seja mais eficaz. A Polícia Militar, por lei, faz a manutenção da ordem pública para que a sociedade possa ter aquilo que tanto almeja, que é a segurança”, disse o subcomandante geral da PM, coronel José de Almeida Rosas. Sobre o convênio firmado, o coronel Almeida observou que seria muito importante que outros órgãos também se engajassem nessa corrente pelo bem. Na solenidade, o coronel estava acompanhado pelo procurador do Estado, Wladimir Romaniuc Neto e pelo diretor do Centro de Educação da PMPB, coronel Marcos Sobreira.

Decisões acertadas

O juiz auxiliar da presidência, Antônio Eudes Vieira Júnior, que na ocasião representou a Comissão de Segurança do TRT, expressou o contentamento da instituição com a celebração do ato. “Nos sentíamos órfãos de segurança e o Tribunal atuava de forma intuitiva carecendo de mais capacitação, o que será possível a partir de agora”.

De acordo com o coronel Jefferson Pereira, com o ato, as instituições terão mais conhecimento para conduzir as decisões acertadas. Ele fez uma breve apresentação do Acordo de Cooperação Técnica e falou da importância da parceria.

Estiveram presentes ainda na solenidade os diretores do TRT Aryoswaldo Espínola (Diretoria-Geral), Saulo Sobreira Filho (Secretaria-Geral da Presidência), Samara Pires Brunet (Chefia de Gabinete), Alexandre Gondim (Administrativo), Samuel Norat (Gestão de Pessoas), Viviane Farias (Judiciária), Ronaldo Farias (Tecnologia da Informação) e Max Guedes Pereira (Gestão Estratégica).