Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2016 > 04 > Pesquisa de Clima Organizacional 2016 aponta resultados favoráveis para o Regional paraibano

Pesquisa de Clima Organizacional 2016 aponta resultados favoráveis para o Regional paraibano

Números revelam satisfação de magistrados, servidores e usuários da Justiça do Trabalho

Ações do documento

publicado: 22/04/2016 13h00 última modificação: 30/09/2016 10h38

São favoráveis os índices de satisfação dos magistrados, servidores e usuários da Justiça do Trabalho com relação a comunicação institucional do Tribunal do Trabalho da Paraíba (13ª Região). Os percentuais foram apontados em pesquisa realizada pela Assessoria de Gestão Estratégica com o objetivo de obter dados que possam colaborar diretamente na construção das ações futuras do Regional.

A Pesquisa de Clima Organizacional, em forma de questionário, foi enviada por e-mail para magistrados e servidores do Regional. Já os advogados e usuários da Justiça do Trabalho receberam as perguntas pela internet e foram respondidas no período de 9 de março a 9 de abril. Um questionário simples, direto e objetivo, que focava exclusivamente a comunicação institucional do TRT.

Magistrados

94% dos juízes trabalhistas responderam que conhecem os convênios realizados pelo TRT para facilitar o trabalho da categoria. Com relação a oportunidade de expressar seus pontos de vista, 67% dos juízes responderam afirmativamente. 72% da categoria disse que o Tribunal, tem mantido um canal aberto de diálogo para o atendimento de suas solicitações. 72% afirmou que são informados, em tempo hábil, quando ocorrem mudanças de procedimentos no Regional. Com relação a eficácia dos meios de comunicação oferecidos pelo Tribunal (portais, internet, intranet, gabinete virtual, e-mail e sispae) para manter a categoria informada sobre assuntos institucionais, 72% respondeu que estes serviços atendem a expectativa, 22% respondeu que poderia ser melhor. Sobre a comunicação entre a Secretaria de Gestão de Pessoas e os servidores, 50% dos juízes sinalizaram como sendo eficaz. Outros 17% discordou e 33% preferiu não opinar.

Servidores

Indagados sobre a eficácia dos meios de comunicação (portais, internet, intranet, gabinete virtual, e-mail e sispae) que o TRT oferece para mantê-los informados sobre assuntos institucionais, 81 % dos servidores responderam que estão satisfeitos. No quesito comunicação eficaz entre a Secretaria de Gestão de Pessoas e os servidores, 69% deles respondeu que sim, 12% discordou e 19% não opinou. Com relação a administração manter um canal aberto de diálogo para o atendimento às solicitações feitas, 61% dos servidores se mostraram satisfeitos. Os servidores foram questionados se são informados, em tempo hábil quando ocorrem mudanças de procedimentos no Tribunal. Do total de respostas, 58% foi afirmativa, 20% discordou e 21% não opinou.

 

Usuários da Justiça do Trabalho

Aos usuários da Justiça do Trabalho, a Assessoria de Gestão Estratégica aplicou 7 questionamentos. Ao primeiro deles, que diz respeito ao atendimento às necessidades, pelo Portal de serviços do TRT, 81% se mostrou completamente satisfeito com a eficácia. Outros 11% discordou e 8% preferiu não opinar. 75% dos usuários responderam que há facilidade no acesso as informações disponibilizadas pelo Tribunal.

Questionados sobre a frequência das informações disponibilizadas pelo tribunal, 79% respondeu que é muito boa. 11% discordou e 10 % não apresentou opinião. 67% dos usuários afirmaram que os servidores do Tribunal prestam informações com clareza. Com relação a suficiência dos meios de comunicação disponibilizados pelo Tribunal, 59% responderam afirmativamente, outros 25% discordaram e 16% não quis opinar.

Com relação a utilidade das informações postadas nas redes sociais do Tribunal (Facebook, YouTube, Instagram e Twitter), 59% se mostraram satisfeitos. A pesquisa quis saber dos usuários sobre o trabalho da Ouvidoria e 44% afirmou que tem o retorno das manifestações com eficiência, contra 14% que discordaram e 41% não deu opinião.

 

Ações

Com base nas informações colhidas, a Administração do Regional vai definir ações que permitam melhorias em relação às demandas dos magistrados, servidores e usuários e, assim, transformar a organização em um lugar em que as pessoas tenham respostas rápidas e de qualidade às suas demandas e sintam orgulho de nela trabalhar.

A pesquisa está em consonância com o Objetivo 4 do Planejamento Estratégico do Tribunal do Trabalho da Paraíba, que trata do aprimoramento da comunicação institucional, que prevê “aprimorar a comunicação com o público interno e externo, com linguagem clara e acessível, disponibilizando informações sobre o papel, as ações e as iniciativas do TRT da 13ª Região, o andamento processual, os atos judiciais e administrativos, os dados de orçamento e de desempenho operacional”.