Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2016 > 04 > TRT realizou ação do Programa Trabalho Seguro para trabalhadores da construção civil

TRT realizou ação do Programa Trabalho Seguro para trabalhadores da construção civil

Evento aconteceu no canteiro de obras da MRV Engenharia com a participação de representantes do MPT e do Getrin 13

Ações do documento

publicado: 15/04/2016 14h15 última modificação: 30/09/2016 10h38

A função de um Juiz do Trabalho não é só julgar processos, mas também conscientizar empregados e empregadores da importância da prevenção de acidentes e do uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs)”, disse o juiz George Falcão, durante visita ao canteiro de obra da MRV Engenharia.

A visita foi uma das ações do Programa Nacional de Prevenção de Acidentes do Trabalho, de iniciativa do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), Tribunal Superior do Trabalho (TST) em conjunto com todos os tribunais regionais do Brasil como parte do Movimento Abril Verde.

A empresa reuniu os trabalhadores da construção civil, para quem foram exibidos quatro vídeos institucionais produzidos pela Assessoria de Comunicação Social do TRT, que abordam situações de saúde do trabalhador, com dicas de direitos e deveres do trabalhador e do empregador para garantir o trabalho seguro. Dois vídeos enfocam a necessidade e o uso correto dos equipamentos de proteção individual. Outro vídeo informa que o acidente na rua, quando o funcionário está de serviço, é acidente de trabalho e o último vídeo enfoca que a doença em razão do serviço também é acidente de trabalho.

Na ocasião, houve a distribuição de cartilhas sobre prevenção dos acidentes do trabalho e sorteio de brindes para os trabalhadores. Além disso, o servidor do TRT, Carlinhos Telles, que é maestro do Coral 13ª Em Canto, fez apresentação de músicas (voz e violão).

Prevenção

O juiz George Falcão, um dos gestores do Programa Trabalho Seguro na Paraíba, falou dos vídeos exibidos, lembrando que o artista responsável pelos mamulengos é também trabalhador da construção civil e exerce sua arte nas horas vagas. O magistrado falou da importância da prevenção e alertou sobre o número de acidentes de trabalho no Brasil, que ainda é alarmante. “De acordo com as estatísticas, em apenas um segundo, nove acidentes acontecem no país”, disse, destacando que a preocupação do TRT é sair desse ranking.

Importância dos EPIs

“Os equipamentos de segurança individual existem para que possamos ir trabalhar sabendo que ao final do expediente voltaremos para casa. Para que isso aconteça, temos que ter segurança, já que a integridade física de cada um deve ser preservada”, disse a procuradora Marcella Asfora.

Já o engenheiro Cássio Rodrigues falou que a missão da MRV Engenharia é preservar a segurança e a integridade física dos seus trabalhadores. “Nosso objetivo é que eles entrem saudáveis e saiam saudáveis”. Satisfeito com os cuidados que a empresa oferece aos seus empregados, o carpinteiro Francinaldo Avelino falou da importância dos treinamentos que são oferecidos.

Para Francinaldo Avelino, que nas horas vagas toca sanfona em um trio musical, o uso dos equipamentos de proteção individual é de extrema Importância. “Como eu poderia tocar minha sanfona se sofresse acidente de trabalho e perdesse um dedo?”, questionou o trabalhador, fazendo um apelo aos colegas para que dobrem seus cuidados com a segurança e possam, ao final do expediente, voltar para casa com tranquilidade.

Participação

A ação na MRV Engenharia teve a participação da representante do Ministério Público do Trabalho, procuradora Marcella Asfora e de representantes de sindicatos, INSS e associações que integram o Grupo de Trabalho Interinstitucional – Getrin 13. O evento antecede o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho, comemorado no país no dia 28 de abril. Na data, o TRT vai realizar, no Lyceu Paraibano, uma manhã com palestras, distribuição de materiais educativos e apresentação do grupo de teatro Justiça em Pauta, que contará com a participação da Secretaria de Educação do Estado.

Iluminação

Desde o dia 1º deste mês de abril, as fachadas dos prédios do TRT, em João Pessoa, e do Fórum de Campina Grande foram iluminadas por luzes verdes. Em função da economia de energia, as luzes ficam ligadas somente até as 21h.