Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2016 > 06 > Acordos já somam mais de R$ 249 mil no TRT

Acordos já somam mais de R$ 249 mil no TRT

Valor é referente a oito audiências realizadas nesta segunda-feira (13) no Núcleo de Conciliações e de Conflitos

Ações do documento

O Tribunal do Trabalho da Paraíba (13ª Região) comemora o saldo de acordos realizados no primeiro dia de realização da Semana Nacional da Conciliação Trabalhista. Só no Núcleo de Conciliações e de Conflitos (Nucon) foram realizados nesta segunda-feira (13), oito acordos que resultaram num total de R$ 249.132,65.

Trinta e oito audiências haviam sido agendadas. Dessas, 24 foram realizadas e em 8 delas foram fechados acordos. Os juízes Ana Paula Cabral Campos, coordenadora do Nucon e George Falcão estão presidindo as audiências que serão realizadas até sexta-feira, dia 17. “Se houver necessidade, outros magistrados serão convocados para auxiliar no trabalho, disse a juíza Ana Paula, destacando que o movimento está tranquilo.

O TRT está dedicando sua pauta de audiências para a realização de acordos tanto na primeira, como na segunda instâncias. No Nucon, além dos dois Juízes, seis servidores e um voluntário (estudante de Direito) estão participando da Semana da Conciliação.

Independente do evento nacional, a conciliação na Justiça do Trabalho pode ser realizada em qualquer momento. Na home page do TRT (www.trt13,jus.br) no menu '‘serviços’' tem a opção “Quer Conciliar”. Basta preencher o formulário e enviar.

Pauta Cidadã

Na abertura do evento foi lançado o projeto Pauta Cidadã, que busca resolver pendências na Justiça do Trabalho pela conciliação, mas com um foco diferenciado. O projeto que é parte do Planejamento Estratégico do TRT, vai muito além da Semana de Conciliação promovida pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT). O Pauta Cidadã se estenderá até o mês de novembro, quando acontecerá a Semana Nacional de Conciliação de todo o Judiciário brasileiro e que é promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).