Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2016 > 11 > Colégio que reúne TRTs tem novo presidente

Notícias

Colégio que reúne TRTs tem novo presidente

Coleprecor realizou última reunião do ano

Ações do documento

O Colégio de Presidentes e Corregedores dos Tribunais do Trabalho do Brasil (Coleprecor), realizou na quarta (22) e nesta quinta-feira (23), a última reunião deste ano de 2016. O novo presidente do colégio é o desembargador James Magno Araújo Farias, que também preside o TRT da 16ª Região (Maranhão). Em solenidade, realizada no Auditório dos Ministros do Tribunal Superior do Trabalho (TST), também foram empossadas a corregedora regional do TRT da 12ª Região (SC), desembargadora Maria de Lourdes Leiria, no cargo de vice-presidente, e a presidente e corregedora regional do TRT da 23ª Região (MT), desembargadora Maria Beatriz Theodoro Gomes, como secretária-geral.

O presidente do Tribunal do Trabalho da Paraíba (13ª Região) desembargador Ubiratan Delgado, e o vice-presidente e corregedor, desembargador Eduardo Sergio de Almeida (presidente eleito), participaram do encontro.

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Ives Gandra Martins Filho, e o corregedor-geral da Justiça do Trabalho, ministro Renato de Lacerda Paiva participaram do encontro com os presidente e Corregedores.

Um dos temas do evento foi a defesa da Justiça do Trabalho, que tem sofrido fortes ataques este ano. O presidente do TRT-PB foi um dos defensores do painel e teve participação ativa nas discussões. Os assessores de comunicação também participaram da reunião.

O presidente do TRT da 15ª Região (Campinas/SP), desembargador Lorival Ferreira dos Santos, que deixou a presidência do Coleprecor,  agradeceu o apoio das equipes do TST e do TRT15 e de todos os colaboradores que participaram da administração do Colégio em 2016.

Em seu discurso de posse, o presidente fez um breve histórico do Coleprecor, criado em outubro de 1996, buscando sempre o aperfeiçoamento da prestação da tutela jurisdicional trabalhista. Afirmou que conhece a responsabilidade que assume com esta nova missão institucional, em tempos de ataques à Justiça Trabalhista e de cortes orçamentários. Destacou a função da Justiça do Trabalho na pacificação dos conflitos trabalhistas e na defesa dos direitos sociais. E finalizou, defendendo uma atuação conjunta do colegiado, com o objetivo de fortalecer a Justiça do Trabalho.

Com assessoria de imprensa do Coleprecor