Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2017 > 01 > Autor não tem êxito em mais de 1/3 das ações julgadas na Justiça do Trabalho

Notícias

Autor não tem êxito em mais de 1/3 das ações julgadas na Justiça do Trabalho

Números apresentados pela corregedoria são referentes a 2016

Ações do documento

publicado: 24/01/2017 10h27 última modificação: 30/01/2017 11h04

Em mais de 1/3 das ações que foram solucionadas na Justiça do Trabalho da Paraíba no ano de 2016, o autor não obteve êxito. Segundo levantamento da Corregedoria do Tribunal do Trabalho da Paraíba (13ª Região), no ano passado foram solucionadas 39.732 ações trabalhistas e, desse total, os autores não obtiveram o resultado desejado em 14.144. Estão incluídos nesse universo, os processos cujas pretensões foram julgadas improcedentes, extintas sem resolução do mérito, prescritas e, ainda, os arquivados.

Procedente em parte

Do montante de quase 40 mil processos solucionados, 12.060 foram conciliados e 13.528 foram julgados procedentes ou procedente em parte, quando o autor da ação tem reconhecido o direito total ou parcial pela Justiça do Trabalho. Neste universo de 13.528 processos, um número chama a atenção: somente em 1.444 ações trabalhistas os autores receberam todos os pedidos indicados e no restante, 12.084, os autores dos processos não tiveram todos os pedidos concedidos pelos juízes, o que se denomina de procedente em parte.

Segundo o desembargador corregedor, Wolney de Macedo Cordeiro, “esses números demonstram que a Justiça do Trabalho vem desempenhando de maneira isenta e imparcial sua missão constitucional de equilibrar as relações sociais de trabalho, sem favorecimentos”.