Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2017 > 02 > TRTs já podem baixar nova atualização do PJe que disponibiliza assinador exclusivo

Notícias

TRTs já podem baixar nova atualização do PJe que disponibiliza assinador exclusivo

Conselho recomenda migração imediata da versão atual do PJe (1.13.2) para a nova (1.14)

Ações do documento

publicado: 10/02/2017 08h59 última modificação: 14/02/2017 08h20

O juízes auxiliares da Presidência do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), Maximiliano Pereira de Carvalho e Fabiano Coelho, apresentaram a nova versão do Processo Judicial Eletrônico (PJe) aos desembargadores do Colégio de Presidentes e Corregedores dos Tribunais Regionais do Trabalho (Coleprecor), na manhã desta quinta-feira (9/2). Segundo os magistrados, a versão 1.14, com novas ferramentas, já está disponível para atualização em todos os TRTs.

A recomendação principal destacada pelo magistrado e indicada por resolução do CSJT é a imediata migração da versão atual do PJe (1.13.2) para a nova (1.14), pois perde-se o suporte de uma versão anterior após 30 dias da disponibilização da nova versão.

Uma das novidades da versão 1.14 é a disponibilidade do assinador digital Shodõ, um aplicativo de assinatura digital desenvolvido exclusivamente pela Justiça do Trabalho. Integrado ao Processo Judicial eletrônico (PJe), a solução será uma nova opção aos usuários que precisam validar juridicamente documentos e processos digitais. Com o novo assinador, o usuário terá a liberdade de usar qualquer versão do Firefox ou navegador compatível, já que hoje não é permitido atualizar o navegador por incompatibilidade das versões atuais com a tecnologia Applet.

Ao contrário do PJeOffice, o Shodõ está embutido no sistema e, por isso, não precisa ser instalado baixado na máquina do usuário. A vantagem é que se algum assinador apresentar inconsistência, os usuários do PJe na Justiça do Trabalho terão outra opção.

Também foi apresentada a ferramenta Jira, de monitoramento, acompanhamento e gestão da plataforma do PJe, mostrando a logística de avaliação de sugestões de melhorias ao PJe apresentadas pelos tribunais. Os magistrados finalizaram mostrando uma prova de conceito da PJe 2.0, com páginas funcionando na nova arquitetura, cuja disponibilização ao usuário terá início no final deste ano.

PJe no TST

Outro ponto abordado foi sobre a implementação do PJe no Tribunal Superior do Trabalho. A partir do dia 1ª de março, o PJe começará a funcionar nos processos distribuídos à presidência e até o fim do ano, gradualmente, serão implementados nas turmas e órgãos judicantes. Outra novidade é o desenvolvimento de uma sala de sessões para o PJe integrada ao Plenário Virtual do TST, com previsão de entrega, também, em dezembro deste ano.

Também foi apresentada a ferramenta Jira, de monitoramento e de acompanhamento e gestão da plataforma do PJe, mostrando a logística de avaliação de sugestões de melhorias ao PJe apresentadas pelos tribunais. O magistrado finalizou informando que, a fim de conhecer melhor as necessidades, a equipe do PJe do TST pretende realizar visitas de cortesias aos regionais durante este ano, visando à aproximação da gestão do negócio e da gestão técnica com os TRTs.

Os juízes finalizaram a apresentação com a exibição de um vídeo demonstrativo do assinador Shodõ.

Confira: https://www.youtube.com/watch?v=nc7v09RP6cU

Texto: Tatiana Giesel

Fonte: CSJT