Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2019 > 08 > Igualdade de gêneros no palco

Notícias

Igualdade de gêneros no palco

Grupo de teatro do TRT apresentou peça em Audiência Pública

Ações do documento

O Tribunal do Trabalho da Paraíba (13ª Região), alinhado à Política Nacional de Incentivo à Participação Feminina no Poder Judiciário, tem buscado promover ações de incentivo à igualdade entre homens e mulheres. No último dia 6 de agosto, o grupo de teatro do TRT 13 “Justiça em Palco” fez uma apresentação especial, durante a Audiência Pública, realizada no auditório do Fórum Maximiano Figueiredo, em João Pessoa elaborada para debater a proposta das Metas Nacionais do CNJ para 2020.

A apresentação teatral foi preparada visando dar conhecimento à sociedade de que o TRT da Paraíba tem se preocupado em levar a efeito e a incentivar a participação feminina em todos os segmentos do mercado de trabalho, inclusive dentro do Poder Judiciário. A encenação foi assistida por políticos, instituições públicas, entidades de classe e sociedade civil.

O esquete teatral foi intitulada “Somos Todos Iguais” e conta a história do setor de uma empresa onde existem um funcionário homossexual e uma funcionária que descobre a recente gravidez, o que os leva a serem sempre preteridos dos assuntos importantes do setor e, principalmente, das premiações, e outro funcionário que, por atender a todas as expectativas do chefe preconceituoso, era sempre o escolhido para levar os prêmios. Inconformados com as injustiças, apesar do bom desempenho em suas funções, o homossexual e a mulher grávida decidem questionar as regras da chefia que, levando em consideração os argumentos dos seus subordinados, prometeu repensar o merecimento de tais premiação no setor que comandava.

O grupo

Formado há quase 10 anos, o Justiça em Palco é composto por servidores voluntários que sempre aborda em suas peças teatrais temas relevantes da Justiça do Trabalho, Já se apresentou em muitos eventos do TRT e de outras instituições públicas e privadas.

Em 2017, a convite do Tribunal Superior do Trabalho (TST), o grupo de teatro se apresentou em Brasília, no 4º Seminário Internacional Trabalho, para demonstrar de forma lúcida, problemas comuns que acontecem em ambientes de trabalho, dentre os quais assédios moral e sexual, trabalho infantil e acidentes de trabalho.