Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2019 > 09 > Obras da capela do TRT serão restauradas

Notícias

Obras da capela do TRT serão restauradas

Telas que retratam São Francisco de Assis são de autoria do artista Flávio Tavares

Ações do documento

Uma obra de autoria do artista plástico paraibano Flávio Tavares, na técnica óleo sobre tela, pintado em 1992, intitulado “Alegoria para São Francisco”, composto de três telas que fazem parte do acervo da capela do Tribunal do Trabalho da Paraíba (13ª Região), será restaurada. As telas laterais medem 1m14cm x 1m50cm e a tela central mede 2m20cm x 1m50cm, que juntas formam um painel.

O Painel foi instalado na Capela de São Francisco em 1993, quando houve a inauguração do espaço ecumênico, que até hoje é utilizado pelos servidores e magistrados. A obra encontra-se atualmente com perdas consideráveis da camada pictórica e de tecido, motivadas pela ação do tempo e pela ação de uma praga de cupins. Os fatores provocaram um desaparecimento parcial da base de policromia e sujidades generalizadas.

Representação

A primeira tela “mostra os irmãos lua e sol”; a segunda, “a transmutação do universo através da transformação da vida, marca eterna do cristianismo, e os peixes se transformando no Espírito Santo”, e a terceira “mostra as chagas nas mãos de São Francisco de Assis, representando o sofrimento humano na vida de Cristo”, conforme descreveu o autor da obra.

A restauração, que será feita pelo autor, visa a manutenção e conservação da obra de valor sociocultural. “A autenticidade certificada vincula-se ao artista, ao reconhecimento do seu trabalho. Contribui para reforçar suas características e estilo, ajuda a evitar falsificações e dá credibilidade à obra, além de manter seu valor de mercado”, disse o diretor Administrativo do TRT, Francisco Hirllen de Oliveira Mendonça.

Acervo do TRT

Além do tríptico de São Francisco, o TRT, em seu prédio sede, dispõe de um mural do artista plástico Flávio Tavares denominado “Os 4 Trabalhos”, além da recente aquisição do mural instalado no Fórum Maximiano de Figueiredo, em João Pessoa, intitulado pelo próprio autor de “Alegoria aos retirantes e a Getúlio Vargas”.

Flávio Tavares é um artista paraibano reconhecido nacional e internacionalmente por suas obras, com exposições realizadas em vários países, entre os quais a França, a Alemanha, os Estados Unidos, a Índia, o México, o Equador e Israel, assim como estão espalhadas por todo o país, a exemplo de Brasília e Rio de Janeiro.

A ação está em consonância com o Planejamento Estratégico Institucional (PEI) 2015-2020 – nº 5, que consiste em melhorar a estrutura física do TRT.

Acervo de particulares e obras públicas assinadas por Flávio Tavares:

- Painel no Centro de Cultura Internacional Oswaldo Aranha, em Asklon, Israel;

- Painel “A Missão”, Coleção Samuel Sthal, Berlim, Alemanha;

- Painel “Avohai”, no Rio de Janeiro;

- Painel Gênesis, no Palácio do Governo do Estado da Paraíba;

- Painel no Fórum Miguel Sátyro, em Patos, Paraíba;

- Mural no Hemocentro da Paraíba, em João Pessoa;

- Mural no Banco do Brasil, Agência Central, em João Pessoa;

- Mural da Assembleia Legislativa do Estado da Paraíba;

- Painel “A Pedra do Reino”, na Secretaria de Cultura do Estado da Paraíba;

- Mural “A Medicina”, na Clínica São Camilo, João Pessoa;

- Mural “A Justiça”, no Palácio da Justiça, em João Pessoa;

- Mural “Uma alegoria à Justiça”, no Centro de Convenções em Campina Grande;

- Mural “O Varadouro”, no Tribunal de Contas em João Pessoa;

- Mural “Tropeiros da Borborema”, no Fórum de Campina Grande;

- Painel “Reinado do Sol”, Estação Cabo Branco, João Pessoa.

Jaquilane Medeiros