Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2019 > 09 > TRT fala de direitos de criança e adolescentes em Cabaceiras

Notícias

TRT fala de direitos de criança e adolescentes em Cabaceiras

Ação faz parte do projeto estratégico “Fortalecer a Política de Atendimento aos Direitos da Criança e do Adolescente”

Ações do documento

O Tribunal do Trabalho da Paraíba (13ª Região) realizou, na última sexta-feira (30), no município de Cabaceiras, a terceira etapa do projeto estratégico “Fortalecer a Política de Atendimento aos Direitos da Criança e do Adolescente”. O tema foi apresentado pelo servidor Wilson Quirino para instituições municipais que lidam com políticas públicas destinadas ao público infanto juvenil.

Wilson Quirino reafirmou a importância de consolidação dos principais órgãos e instrumentos, como Conselhos Tutelares, Conselhos Municipais de Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e Fundo municipal da Criança e do Adolescente no combate a trabalho infantil.

O evento aconteceu, às 8h30, na Pousada Rancho da Ema, com abertura feita pelos gestores do Programa de Combate ao Trabalho Infantil na Paraíba, desembargador Edvaldo de Andrade, e do juiz Francisco de Assis Barbosa Júnior, substituto da 5ª Vara do Trabalho de João Pessoa, e patrocinador do projeto.

Na ocasião, o desembargador agradeceu a presença dos gestores municipais e de conselheiros tetelares, a acolhida da prefeitura e das instituições e ressaltou que o problema do trabalho infantil não pode ser enfrentado isoladamente, mas pela sociedade, pelo poder público e pela família.

Segundo o magistrado, “infelizmente a maior parcela de contribuição para que este grave problema persista é do poder público, que não leva em consideração a condição da criança e do adolescente”. Edvaldo de Andrade também elogiou o empenho do servidor Wilson Quirino, do juiz Francisco de Assis Barbosa Júnior e do grupo de teatro Justiça em Palco, o que lhe deu ânimo para continuar à frente do Programa.

Chaga inaceitável

O juiz Francisco de Assis espera que o município de Cabaceiras sirva de exemplo, como já é, para outras cidades paraibanas. “Nós precisamos ser agentes de reprodução de todo conteúdo aprendido no evento, orientando outras pessoas com relação a esta luta que é nacional contra o trabalho infantil e a favor da educação da criança”, disse acrescentando que “esta é uma chaga absolutamente inaceitável nas dimensões das condições financeiras que o Brasil tem”.

Teatro e dança

O grupo de teatro do TRT13 Justiça em Palco atraiu a atenção do público, formado por crianças e adolescentes, em sua maioria, apresentando o esquete “Trabalho Infantil: Apague essa ideia”, que, embora tenha levado a plateia às gargalhadas com excelente atuação dos servidores Tibério Paiva, Kylza Lima, Evanize Jurema e a servidora aposentada Tânia Magalhães, evidenciou a seriedade da mensagem. A peça teve a participação especial do servidor e maestro Carlinhos Teles, e da também servidora aposentada, Carla Leitão, na parte musical.

Além do teatro apresentado pelos servidores do Tribunal, os participantes do evento ainda foram recepcionados pelo Fênix, um grupo de dança formado por adolescentes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo do Distrito de Ribeira, em Cabaceirs.

Presenças

O encontro teve a parceria da Prefeitura de Cabaceiras com o apoio do prefeito Tiago Marcone Castro da Rocha, que foi representado pelo vice, Ricardo Aires. Para ele, foi um prazer receber uma instituição da importância do TRT para apresentar um trabalho tão valioso para crianças e adolescentes, principalmente nesta época de pré-campanha para o Conselho Tutelar do município.

“Cabaceiras sempre demonstrou preocupação com os jovens, por isso há muitos anos, nós já desenvolvemos ações em prol da criança e adolescentes”, disse. O resultado de que o município vem realizando um trabalho bem-feito com o apoio do poder público foi a premiação, por três vezes consecutivas, que recebeu do Unicef que reconheceu a preocupação em oferecer às crianças e aos jovens a possibilidade de um futuro melhor.

O vice-prefeito disse ainda que a presença de autoridades do TRT13 para apresentarem uma palestra sobre um tema tão relevante reforça ainda mais o desejo daqueles que vem desempenho um papel fundamental para o crescimento dos jovens do município. Ele reconheceu que ver Cabaceiras inserida neste tipo de evento é gratificante e reflete que está valendo a pena o que o município vem fazendo prol da criança e do adolescente.

O secretário de Desenvolvimento Social, Francisco Sales, disse estar profundamente agradecido com a iniciativa do TRT que, em parceria com a Prefeitura de Cabaceiras, trouxe um evento importante que contribuirá muito para o crescimento das crianças e adolescentes do município e das cidades de que vieram participar das atividades.

Paulo Rogério Duarte Macedo, secretário de Educação da cidade e presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente (CMDCA), considerou o evento de extrema importância “haja vista que somos uma cidade polo de algumas ações governamentais. E essa iniciativa do TRT trouxe para nós mais orgulho e satisfação de contribuir com a política de combate ao trabalho infantil”.

Convidados

Os municípios São Domingos do Cariri, Boqueirão, Barra de São Miguel e Boa Vista, que compõem a região de Cabaceiras, foram convidados para participar do evento, além dos Conselhos Tutelares e de Direitos, que tem como parceiros a Oficina da Cidadania, a FAMUP e a SEDH/PB bem como os Centro de Referência da Assistência de Cabaceiras (Cras) e Centro de Referência de Assuntos Relacionados com Assistências Sociais (Creas).

Meta principal

As primeiras etapas do projeto aconteceram nos municípios de São Bento e Sobrado. No final deste ano acontecerá um Seminário em João Pessoa, que servirá como complemento a todos os encontros. A meta é atingir os 223 municípios da Paraíba.

Satva Costa