Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2019 > 10 > Tribunal fecha acordo entre Sinttel e empresa de telecomunicação

Notícias

Tribunal fecha acordo entre Sinttel e empresa de telecomunicação

Entendimento foi formalizado sem a necessidade de Dissídio Coletivo

Ações do documento

O Tribunal do Trabalho da Paraíba (13ª Região) atuou como mediador do acordo trabalhista entre o Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações do Estado da Paraíba (Sinttel-PB) e a empresa Líder Telecom, na audiência de conciliação pré-processual que aconteceu na sede do Regional, nesta terça-feira (8).
Foi uma audiência exitosa, segundo o juiz Paulo Roberto, auxiliar do desembargador Vice-Presidente Leonardo José Videres Trajano, porque se evitou a formalização de um contencioso coletivo. “O TRT tem funcionado como um instrumento de facilitação do diálogo entre as partes que comparecem, cada um com seus pontos divergentes. Com reuniões unilaterais (com cada parte separadamente) e bilaterais (com os representantes das empresas e dos trabalhadores) temos conseguido chegar a um consenso”.

O juiz auxiliar acrescentou que essa modalidade, que o Tribunal tem praticado ultimamente, tem trazido resultados favoráveis, a exemplo do que aconteceu na audiência entre o Sinttel e a Líder. Segundo ele, a empresa de telecomunicação ainda não tinha firmado nenhum acordo na Paraíba com o Sinttel, “mas hoje nós conseguimos homologar este acordo que envolve mais de 40 cláusulas trabalhistas prevendo a boa convivência entre as partes”.

Wallace Pereira, coordenador-geral do Sinttel, parabenizou o Tribunal pela iniciativa e disse que saiu satisfeito com a resolução do impasse com uma empresa que há cerca de cinco anos escolheu a Paraíba para se instalar. “Hoje, estamos celebrando o primeiro acordo coletivo que é muito importante para os trabalhadores”.

A preposta da empresa, Maria Auxiliadora dos Santos, também ficou satisfeita com o acordo firmado com o Sinttel. “Nós estávamos com dificuldades para formalizar as negociações diretamente com o sindicato e o juiz Paulo Roberto foi formidável neste trabalho de reunir as partes com suas opiniões divergentes e chegar a um equilíbrio. A Líder sai muito satisfeita dessa reunião”, comemorou.

Satva Costa