Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2019 > 10 > TRT realiza mais uma edição do Projeto e-Saber para internos da Fundac

Notícias

TRT realiza mais uma edição do Projeto e-Saber para internos da Fundac

Curso é ministrado voluntariamente por servidores da Setic

Ações do documento

publicado: 17/10/2019 11h10 última modificação: 17/10/2019 11h12

O presidente do TRT, desembargador Wolney de Macedo Cordeiro, abriu, na tarde de terça-feira (15), o Curso de Montagem e Manutenção de Microcomputadores, no antigo prédio da Escola Judicial. As aulas estão sendo ministradas voluntariamente pelo servidor Ericson Benjamim Melo de Arruda, com suporte dos servidores Fernando Gambarra e Luiz Alberto Alves dos Santos, do Núcleo de Atendimento ao Usuário da Setic.

Esta é a terceira edição do Projeto e-Saber, de inclusão digital e social do Tribunal Regional do Trabalho em parceria com o Governo do Estado. O desembargador Wolney Cordeiro destacou a importância desta parceria e disse que só a escola muda os caminhos e sugeriu que os jovens aproveitassem a oportunidade da melhor maneira, interagindo com o instrutor. Ele disse acreditar que é possível que esse curso desperte em muitos um interesse pela profissão.

Incentivo

São 15 aulas, ministradas duas vezes por semana, das 13 às 16h, dando oportunidade para nove adolescentes do regime de semiliberdade, assistidos pela Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente 'Alice Almeida' (Fundac), na área de tecnologia da informação para adolescentes. No encerramento, os participantes receberão um kit de ferramentas como incentivo para o empreendedorismo.

O projeto e-Saber está inserido no Programa de Erradicação do Trabalho Infantil e Estímulo à Aprendizagem, que na Paraíba tem como gestores o desembargador Edvaldo de Andrade e o juiz Francisco de Assis Barbosa Júnior. Conta também com o apoio da Credjust, a cooperativa de crédito dos servidores da Justiça do Trabalho na Paraíba.

Sem perder o foco

O desembargador Edvaldo de Andrade fez uma pequena palestra contando um pouco da experiência do trabalho infantil que precisou fazer contra sua vontade, mas sem jamais perder o foco nos estudos por acreditar que só através do estudo seria possível vencer. Ele falou da necessidade de se aprender um ofício e que pobreza não impede ninguém de conseguir os objetivos. “Se vocês quiserem, podem mudar o rumo de suas vidas”, aconselhou.

O presidente da Fundac, Noaldo Meireles, disse que os jovens têm a vida inteira para passar adiante e pediu para que todos aproveitassem a oportunidade que a vida estava oferecendo. Davi Lira, diretor da Semiliberdade, falou da importância da informática para o mercado de trabalho e pediu para que todos abracem o curso e se empenhem. “Esse curso é importante, uma vez que a informática é um instrumento de aprendizagem”, enfatizou.

Formação

O objetivo do e-Saber é proporcionar formação técnico-profissional que favoreça o ingresso no mercado de trabalho, ofertada em condições adequadas à aprendizagem profissional na área e, assim, colocar os internos da instituição próximos de serem reintegrados à sociedade em condições de buscarem o mercado de trabalho.

Satva Costa