Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2020 > 05 > Varas da PB realizam 89 audiências por videoconferência em apenas 4 dias

Notícias

Varas da PB realizam 89 audiências por videoconferência em apenas 4 dias

Em uma audiência em Sousa, advogados participaram de Minas Gerais

Ações do documento

publicado: 29/05/2020 16h54 última modificação: 03/06/2020 15h57

As 27 Varas do Trabalho da Paraíba realizaram, esta semana, de 25 a 28, um total de 89 audiências por videoconferência. Na segunda-feira foram realizadas 11 audiências, na terça, 38, na quarta, 23 e na quinta-feira, 17.

A Vara de Trabalho de Itaporanga foi a unidade que mais realizou audiências telepresenciais, chegando a um total de 14, seguida pela 1ª Vara de Trabalho de Campina Grande, com um total de 10, e a 3ª VT de Campina Grande com nove audiências virtuais.

Participação a partir de Belo Horizonte

Em Sousa, o juiz Clóvis Rodrigues Barbosa, conduziu, na quinta-feira (28), a primeira audiência de instrução por videoconferência da unidade. Na ação uma trabalhadora reivindica da empresa Tabocas Participações Empreendimentos S/A, indenização por danos morais em decorrência de assédio moral e pelo não pagamentos do vale-transporte, além de horas extras.

Da audiência telepresencial participaram a reclamante, a preposta da empresa e duas testemunhas. Uma delas se encontrava na própria residência, no distrito de São Gonçalo, município de Sousa, a outra participou do escritório de obras da Tabocas, em Boa Vista, localidade próxima a Campina Grande. A preposta e a advogada da empresa, que se encontravam em Belo Horizonte, participaram da audiência virtual da sede da empresa.

Segundo o juiz, os trabalhos transcorreram normalmente dentro do que foi possível para o sistema de audiência por teleconferência. “Esta realização só foi possível porque as advogadas das partes concordaram, fazendo com que fosse superada qualquer arguição de nulidade processual ou eventual cerceamento de defesa”, agradeceu o magistrado destacando o espírito de colaboração das partes e dos advogados para viabilizar o acontecimento da audiência de instrução por videoconferência. A ação agora segue para julgamento.

Satva Costa