Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2020 > 09 > Setic inicia Estudo de Viabilidade para a implantação de Site Backup

Notícias

Setic inicia Estudo de Viabilidade para a implantação de Site Backup

Estudo propõe cenários para a implantação de uma solução de contingência para o data center do Tribunal

Ações do documento

publicado: 24/09/2020 10h34 última modificação: 24/09/2020 11h02

O crescimento da demanda por requisitos de segurança das informações levou a Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação do Tribunal do Trabalho da Paraíba (13ª Região) a iniciar um projeto de Estudo de Viabilidade para a implantação de um site backup para o Data Center do Regional.

O site backup é um Data Center secundário, onde os dados e/ou infraestrutura de TIC da instituição são replicados, possibilitando assim a continuidade das operações dos serviços críticos, mesmo em caso de indisponibilidade total do Data Center principal (site principal).

De acordo com o diretor da Setic, Rodrigo Cartaxo, a cada dia, cresce a dependência das informações e serviços prestados de forma digital pelo TRT e consequentemente a demanda por requisitos de segurança das informações. "Não é exagero afirmar que o Tribunal possui atualmente uma dependência total dos serviços de TIC para poder prover os serviços jurisdicionais que são a sua finalidade. No âmbito administrativo essa dependência se repete, tornando os serviços de TIC um ponto crítico para o funcionamento do Tribunal", disse.

O projeto foi iniciado no final do segundo semestre por uma equipe técnica composta por integrantes de vários núcleos da Setic. O resultado vai beneficiar todo o Tribunal, já que abrange os serviços essenciais de TIC. O projeto está de acordo com o Objetivo Estratégico 7, que é Garantir a infraestrutura e a governança de TIC.

Segundo o coordenador de Infraestrutura de TIC, Ewerton Leandro, "o objetivo do estudo é fazer um levantamento do ambiente atual e ao fim apresentar cenários possíveis para a implantação de uma solução de contingência para o data center do Tribunal."



Jaquilane Medeiros - com informações da Setic

Postado por Eduardo Pinelli